FANDOM


Este artigo detalha um assunto sob a marca Legends.

O assunto deste artigo aparece na era da Velha República.

YodaCG.jpg Mestre Qui-Gon, mais a dizer tem?

Este artigo ou seção precisa ser expandido.
Por favor, atualize este artigo adicionando as informações faltantes. Você também pode checar a página de discussão desta página. Remova esta mensagem quando terminar.

Xendor foi o General da Legião de Lettow, um grupo de sensitivos à Força que estudavam e praticavam o Lado Sombrio da Força. Ele declarou-se inimigo dos ensinamentos Jedi, e decidiu dedicar sua vida a dizimar os integrantes da Ordem Jedi. Com Arden Lyn ao seu lado, Xendor lutou no Primeiro Grande Cisma e foi eventualmente morto na derrota da Legião em Columus. Xendor viveu na Era da Velha República.

BiografiaEditar

Primeiro Grande CismaEditar

Após ser exilado da Ordem Jedi por praticar o Lado Escuro da Força, Xendor proclamou-se General e formou a Legião de Lettow, um grupo de Cavaleiros Jedi que decidiram se rebelar contra a Ordem. Estes cavaleiros renegados renunciaram os ensinamentos Jedi e passaram a experimentar áreas não-exploradas da Força. A Legião declarou guerra à Ordem, e o Conselho Jedi imediatamente respondeu à facção de Xendor.

No Primeiro Grande Cisma, Xendor e Lyn causaram carnifícina e destruição, convencendo muitos Jedi a juntarem-se a sua causa. O caos gerado pelo cisma alcançou até mesmo Ossus e Coruscant. No entanto, a Ordem Jedi prevaleceu sobre a Legião. Xendor foi morto em Columus.

LegadoEditar

Xendor morreu na Batalha de Columus, e o único sobrevivente foi Danzigorro Pots. Antes de sua morte, Pots fez uma gravação que se tornaria famosa por milhares de anos após o Primeiro Grande Cisma. Na gravação, Pots especulou como e por quê Xendor influenciava seus oponentes à se juntarem à causa. O Primeiro Grande Cisma foi o primeiro conflito conhecido entre o Lado Escuro da Força e o Lado da Luz da Força.

180px-ArdenLynNEGC.jpg

Arden Lyn

Depois de vinte e quatro milênios após o Primeiro Grande Cisma, Arden Lyn foi despertadada por Palpatine. Que ao invés de assassina-la, fez de Arden Lyn uma das mãos do Império. Em troca, Palpatine prometeu à Lyn trazer o espírito de Xendor de volta à vida. No entanto, Lyn percebeu que Palpatine não pretendia cumprir sua parte do acordo e participou de uma ofensiva contra ele em 3 ABY. Após falhar, Lyn dedicou-se à tentativa de ressucitar Xendor usando o talismã de Kashi Mer, que Lyn havia possuído no passado. Posteriormente, Palpatine fez questão de assasinar Arden Lyn pessoalmente.

Durante o reinado de Palpatine, o nome de Xendor foi freqüentemente citado por pessoas como Han Solo e Lando Calrissian. A frase "Guerreiros de Xendor!" se tornou famosa durante essa época, particularmente com Solo. O conteúdo da gravação de Danzigorro Pots foi usada por um historiador chamado Ingo Wavlud como mera propaganda Jedi. Ao menos para a Nova Ordem Jedi, as origens de Xendor permaneceram um mistério.

Nos bastidoresEditar

Xendor foi mencionado pela primeira vez em A Armadilha do Paraíso, onde o nome de Xendor é falado diversas vezes pelos personagens. O nome também foi mencionado nos dois outros livros da série, The Hutt Gambit e Rebel Dawn.

ApariçõesEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória