FANDOM


Eras-canon-transp

30px-Era-imp30px-Era-real

"Escolha o que é certo, não o que é fácil."
―Moral[fonte]

"The Beast Zillo" é o décimo oitavo episódio da segunda temporada da série de televisão Star Wars: The Clone Wars.

Descrição oficialEditar

A nova super-arma da República desperta a temível Fera Zillo de Malastare. Agora, os Jedi devem encontrar uma maneira de conter a criatura mortal.

Resumo da tramaEditar

Episódio 18
The Zillo Beast
Tempos de desespero pedem medidas
desesperadas! Em uma das mais longas
e mais ferozes batalhas da guerra, as forças
separatistas estão à beira de reinvidicar
o planeta de Malastare. Se a República
perder este planeta, vai lhe custar
o vital combustível necessário para
abastecer seus exércitos. Em um esforço
final pra virar a maré dessa batalha,
o Supremo Chanceler Palpatine autorizou
o uso da mais nova arma da República:
a BOMBA DE ELETRO-PRÓTON.

Agora no palácio imperial de Doge Urus,
o líder dos Dugs, os Jedi contam os
minutos para a detonação de sua
máquina do juízo final...
Armia droidow na Malastare

O exército de droides em Malastare.

Na esperança de obter combustível de Malastare, Mace Windu, Palpatine (via holograma) e Anakin Skywalker discutem os potenciais efeitos da Bomba de Eletro-Próton, a mais recente super-arma da República, preocupados se a bomba poderia afetar as suas tropas, assim como o exército de droides. A Dra. Sionver Boll, a cientista que construiu a bomba confirma que não irá prejudicar quaisquer forças da República ou o povo de Nakha Urus. Seus efeitos só irão funcionar em droides e todas as prováveis possibilidades foram previstas. No entanto, Windu permanece cauteloso com o "improvável" e deseja encontrar uma outra maneira, no entanto, Palpatine insiste que a bomba é a última chance de garantir uma vitória da República.

Windu e Anakin observam a as forças da República e de Malastare em desvantagem numérica quando eles marcham em direção ao avanço das forças separatistas. No lado separatista, o droide tático dá a ordem para atacar. O Capitão Rex, soldados clone e os soldados Dug e Cavaleiros sobre insectomorphs lutam para manter seu terreno, até contra bombardeiros Hyena voando acima.

Protonenbombe-Detonation

A bomba de eletro-prótons detonada.

Eventualmente a República ordena a Bomba de Eletro-Prótons ser lançada sobre a maciça força separatista. O piloto solta a bomba, aniquilando as forças separatistas com uma explosão enorme, seguido de um pulso eletromagnético que corta a força da transmissão de Palpatine, os tanques dos clone, e os curto-circuitos da prótese no braço de Anakin. No entanto, a força de clones e os soldados Dug ficam ileso.

No entanto, enquanto as tropas comemoram sua vitória, o chão começa a quebrar e afundar sob seus pés. Os clones e dugs fogem com Rex, quase caindo pela borda. No entanto, alguns clones caem no buraco, e Anakin envia expedições de resgate para localizar os soldados aprisionados. Depois de perder o contato com a equipe de resgate, Mace Windu e Comandante Ponds decidem investigar e procurar as tropas desaparecidos, enquanto Anakin ratifica o Tratado para autorizar a compra de combustível de Malastare. O líder Dug, Doge Nahka Urus exclama sua felicidade com a aliança, enquanto se espera o resto do conselho chegar para ratificar o tratado.

Misja ratunkowa

Windu com sua missão de resgate no fundo do buraco.

Enquanto isso Windu encontra marcas de não e um capacete de clone no sumidouro quando o clones encontram a equipe de resgate e alguns dos soldados que caíram no buraco, um dos sobreviventes traumatizado fala sobre algo no abismo com eles. Windu, Ponds, Hawkeye e Trapper começam a procurar pelo lugar. Windu pede para Anakin descer e ajudar, então Anakin prepara seu caça. À medida que avançam em cima de uma laje, Windu e os soldados sentem o chão tremer enauanto uma cabeça de uma enorme criatura reptiliana se vira e ruge para eles. Os clones atiram na besta com nenhum efeito. Ela se agita e os persegue até que Anakin a distraia voando em círculos, permitindo a Windu e os clones escaparem.

Skywalker Zillo-Bestie

Anakin montado em R2 fugindo da Fera Zillo.

Anakin se surpreende, e é pego de surpresa quando o animal atinge sua nave e ele cai, ejetando-se a tempo. Ele ataca o monstro com seu sabre de luz, apenas para descobrir que sua armadura é praticamente impermeáveis ​​até mesmo a sabres de luz. Ele pula no topo da cabeça do animal e percebe as lacunas na armadura que um tiro bem colocado pode penetrá-la antes de saltar em R2-D2 e subir rapidamente para fora do poço. Depois de fazer sua saída surpresa, Urus chega e explica que a criatura é uma fera Zillo; que foi a forma de vida dominante em Malastare diante do seu povo chegar, que atacavam os antigos Dugs. Urus afirma que, quando o seu povo começou a explorar combustível, as feras Zillo começaram a desaparecer. Acreditava-se que eles foram extintas ... até agora. Os dugs bombardeam a fera Zillo infrutiferamente, enquanto Anakin e Mace encontram Urus e um conselho Dug observando um manuscrito antigo mostrando as fraquezas da Fera Zillo.
Zillo Beast2

A Fera Zillo sendo atacada pelo combustível dos Dugs, apesar dos avisos de Mace Windu.

Windu e Skywalker argumentam que eles vão exterminar uma forma de vida inocente em caso de persistência, mas Urus ameaça cancelar o tratado, se tentarem protegê-la. Uma conversa com Palpatine mostra que ele apóia o extermínio da Fera Zillo, mas a Dra. Sionver Boll e Anakin, adicionalmente, apoiam a idéia de preservá-la para replicar sua armadura aparentemente impenetrável para uso militar e propõem uma idéia de atordoá-la pelas lacunas de sua armadura usando Tanques de Choque. Quando estiver totalmente atordoada e enfraquecida, parecerá morta, mas ainda estará viva. Os dugs diriam que está morta e assinariam o tratado, enquanto que a República poderia movê-lo para um local seguro antes que ela despertasse, onde podem estudar a criatura e, possivelmente copiar a armadura.
Zillo-attackiert

A Fera Zillo é atordoada pelos tanques de choque da República após sair do buraco.

Os Tanques de Choque vão para o poço onde Urus tem o prazer de ver os eventos se moverem em seu favor, mas seu método já está trabalhando. Ele ordena que os dugs joguem o combustível no poço. Urus explica que o combustível é letal para a Fera Zillo e deve matá-la, mas Windu adverte tal ação só vai enfurecer ainda mais a fera. Windu pede a Urus parar e, em seguida, ameaça matá-lo, a menos que ele pára, mas o Dug continua a opor-se a Windu, afirmando que ele também é uma forma de vida inocente. No entanto, o alerta de Windu se prova correto quando a provocada Fera Zillo sai do buraco com violência, destruindo tudo em seu caminho. Ele sobe e os tanques de choque abrem fogo, aparentemente sem sucesso. A fera destrói vários tanques, fazendo com que Anakin para ordenar recuada para evitar isso. Após um tempo, o fogo concentrado dos tanques começa a enfraquecer a fera Zillo, e eventualmente cai, incapacitada. Posta em um coma profundo pelos canhões, a fera parece estar morta.

Urus assina o tratado, e Malastare se junta à República. Palpatine ordena que a fera Zillo seja enviada para Coruscant para estudos, uma questão para a qual Windu expressa preocupação. Quatro Laat / cs pegam a Fera Zillo a levando para Coruscant para estudos.

ElencoEditar

Wiki Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.
Considere marcar um esboço mais específico.


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.