FANDOM


Clique aqui para ir ao artigo da Star Wars Wiki sobre a versão Cânon desta página.

Este artigo detalha um assunto sob a marca Legends.

Este é um Artigo Destacado!

YodaCG.jpg Mestre Qui-Gon, mais a dizer tem?

Este artigo ou seção precisa ser expandido.
Por favor, atualize este artigo adicionando as informações faltantes. Você também pode checar a página de discussão desta página. Remova esta mensagem quando terminar.

"Bem, se o universo tem um centro luminoso, você está no planeta mais distante dele."
Luke Skywalker para C-3PO[fonte]

Tatooine foi um planeta desértico em um sistema estelar binário do setor Arkanis na Orla Exterior. É um planeta habitado por diversas raças e por fazendeiros. Parte da população trabalha, também, com a venda de equipamentos e comercialização de sucata. O planeta está na pista de transporte 5709-DC, que dá acesso reto a Rota Comercial Triellus, que é conectada a Rota de Sisar. O planeta não esta distante da antiga Rota Corelliana e chegou a ter seu próprio sistema de navegação. Entretanto, teve um papel importante em relação a eventos galácticos, servindo como a moradia de Anakin Skywalker e o lugar onde seu filho Luke seria mantido seguro até que estivesse pronto para saber de sua vida e o que se tornaria. Anakin e Luke apenas moraram em Tatooine, porém nenhum dos dois realmente nasceu ali, apesar de serem considerados naturais do planeta. Anakin disse que chegou aos três anos de idade e Luke, apesar de nascido em Polis Massa, devido a Polis Massa não ser considerado um planeta e de ter sido levado para Tatooine logo após seu nascimento. O planeta ganhou uma reputação muito ruim, sendo visto muitas vezes como a fossa da galáxia devido ao grande número de criminosos que podiam ser encontrados ali.

Geologia, Clima e Fauna Editar

GeologiaEditar

Tatooine é considerado um dos planetas mais antigos conhecidos. Sabe-se que era composto de um núcleo derretido envolto de uma manta rochosa e uma crosta de rochas de silicato. Os registros fósseis sugerem que Tatooine estêve coberto pelo menos uma vez por grandes oceanos, que secaram, expondo muitas formações geológicas do período pré-árido, inclusive o Beggar's Canyon, formado em torno de 2.000.000 ABY, quando Tatooine era ainda um lugar exuberante. Outras formações geológicas notáveis incluem o Mar de Dunas, um enorme deserto rico em sódio, o Mushroom Mesa uma formação vasta de pedras gigantes eretas, e o Jundland Wastes, uma região rochosa. Um dito folclórico dos colonos dizia que os olhos de uma pessoa queimariam mais depressa se ficassem olhando direto para as planícies do que diretamente para os sóis.

ClimaEditar

"O deserto é impiedoso; Ele tira tudo de você."
―Anakin Skywalker, se referindo a Tatooine[fonte]
250px-Tatooine3.jpg

Os sóis Tatoo I e II

Tatooine orbita dois sóis, Tatoo I e Tatoo II, e é coberto por desertos e formações rochosas. Então, os dias eram extremamente áridos e luminosos, especialmente durante o Meio-dia duplo. De fato, era tão iluminado pelos sóis que do espaço o planeta poderia confundir-se com uma estrela própriamente dita. Este foi o pensamento que as primeiras pessoas a descobrirem Tatooine tiveram ao avistar o planeta. Só quando se aproximaram que viram que se tratava de um planeta desértico. O planeta circunda os sóis longe o suficiente para estabelecer um clima estável, porém muito quente. Devido às circunstâncias extremas, somente uma região relativamente suave de seu hemisfério norte era habitável e menos de 1% da superfície do planeta era coberta por água. O nível médio de umidade era de 5,4%

Uma das muitas características extraordinárias de Tatooine eram os misteriosos vapores, que saiam com regularidade do solo, onde as areias do deserto encontravam falésias e platôs. Várias teorias acerca da origem destes vapores foram disputadas por metereologistas e geologistas, como a de que a água retida nos veios de arenito, abaixo da areia, e complexas reações químicas, fazem com que a água suba quando o solo esfria e volta para o subsolo com o duplo nascer do sol.

O clima severamente árido de Tatooine causa nos humanos sinais de envelhecimento precoce.

FaunaEditar

Apesar da extrema aridez do planeta, muitas formas de vida prosperaram em Tatooine; a flora incluia o musgo-navalha, flores-funil, deb-deb e cabaço hubba. A fauna nativa de Tatooine inclui as seguintes espécies:


HistóriaEditar

LushTatooine-DotJ1.jpg

Tatooine, quando era um mundo vivo e exuberante.

Império InfinitoEditar

Tatooine já foi um mundo exuberante, que tinha grandes oceanos e uma selva que cobria boa parte do planeta. Era habitado por espécies nativas e pelo povo Kumumgah, que era avançado tecnologicamente. Em algum momento de sua História, o Império Infinito Rakataniano invadiu o planeta, conquistou-o e escravizou seus habitantes nativos. Os Kumumgah se rebelaram e conseguiram expulsar os Rakatanianos do planeta. Em contrapartida, os Rakatanianos submeteram o planeta a um bombardeio orbital, que "vitrificou" (ou seja, fundiu a silica presente no solo em vidro, que foi se quebrando com o tempo) o planeta e evaporou os oceanos. Esta drástica mudança de clima dividiu os Kumumgah em duas raças: Os Ghorfas—também conhecidos como Povo da Areia— e os Jawas.

Velha RepúblicaEditar

Tatooine foi descoberto pela República em 5000 ABY, mas antes disso batalhas espaciais já ocorriam perto ou sobre o planeta. Pouco tempo depois, a República foi forçada a abandonar o planeta e Tatooine reassentado várias vezes por governos esquecidos. 800 anos depois, a primeira colônia, nomeada Anchorhead, foi estabelecida por uma autoridade não identificada. No entanto, estes primeiros colonos humanos interromperam o processo de evolução cultural dos nativos Ghorfa, provocando a evolução destes em Povos da Areia, mais tarde conhecidos como Caçadores Tusken. Ao longo dos anos, o assentamento foi abandonado e recolonizado muitas vezes por mais governos desconhecidos. O nome Tatooine foi inventado a partir do nome que os Jawas se referiam ao planeta: Tah-doo-Een-e.

Tatooine foi representado no Senado Galático por Sidrona Diath. Durante a Grande caçada, o planeta foi libertado dos terentatek pelos Jedi.

Apesar de Tatooine não ter sido considerado um planeta que valesse a pena ser conquistado pelos Mandalorianos durante as Guerras Mandalorianas, um grupo de exilados mandalorianos se estabeleceram nele, embora seu destino não seja conhecido.

Na época da Guerra Civil Jedi, o planeta foi praticamente controlado pela Corporação Czerka. Eles tentaram praticar mineração em Tatooine, mas logo descobriram que o minério tinha estranhas propriedades magnéticas que faziam com que corroesse rapidamente e se tornasse inútil para produção. Mais tarde, Revan veio a Tatooine durante sua jornada para localizar a Star Forge, através dos Mapas Estelares, sabendo da existência de um artefato deste em Tatooine. Revan o descobriu e a Corporação Czerka planejava erradicar uma tribo do Povo da Areia próxima devido aos ataques aos Andadores de Areia da Corporação. Com a ajuda do droide recém adquirido, HK-47, Revan foi capaz de comunicar-se com a tribo, infiltrando-se nela, e negociando uma trégua ao ataques. Foi revelado ao Revan que o Povo da Areia considerava a Corporação Czerka os invasores de suas terras, sendo esta, a razão para os ataques frequentes.

Era perdidaEditar

Tatooine-TOR.jpg

Tatooine, durante a Grande Guerra Galáctica

O envolvimento da Czerka em mineração no assentamento de Anchorhead provou-se improdutivo, e a companhia iniciou a divisão de Armas Secretas da Czerka no planeta, devido às faltas de restrições por parte da República. Em algum momento entre a visita de Revan e 3641 ABY, a Czerka saiu de Anchorhead, abandonado o complexo das Armas Secretas. Isto fez com que o planeta fosse povoado por criminosos e dissidentes, apesar da República ainda utilizar o local para reabastecimento. O Império Sith também montou um pequeno posto próximo a Anchorhead em uma tentativa de descobrir os segredos da divisão de Armas Secretas da Czerka. Algum tempo após o envolvimento destes em Tatooine, o planeta foi esquecido, sendo redescoberto pela República em 1100 ABY. A Ordem B'omarr construiu um monastério no planeta em 700 ABY, que em 500 ABY foi usado como esconderijo pelo bandido Alkhara. Pouco depois, o notório Jabba o Hutt expuslou Alkhara de suas operações na cidadela e reivindicou o Monastério B'omarr como seu palácio pessoal.

Novas colônias de humanosEditar

Tatooine Map.png

Um mapa de Tatooine.

Em 100 ABY, a Dowager Queen caiu no planeta, na área onde mais tarde seria construída Mos Eisley. Os sobreviventes da queda, eram humanos de Bestine IV, fundaram Bestine, a capital de Tatooine, e fizeram o primeiro contato com os Jawas. Pouco depois, os colonos fundaram o Forte Tusken, que foi dizimado pelo Povo da Areia um ano após sua fundação. A partir desse ponto, os humanos passaram a se referir ao Povo da Areia como "Caçadores Tusken". Anchorhead foi então rehabitada em 93 ABY. Mos Eisley estabelecida por humanos e rodianos em 85 ABY e Mos Espa foi fundada em 80 ABY.

A Corporação Corelliana de Mineração trouxe muitos Andadores de Areia para o planeta, mas os abandonou, assim como fez a República para todos os efeitos, em 70 ABY, quando a estação orbital Tatoo III caiu, revelando a natureza instável do minério local que foi utilizado em sua construção. Os Andadores abandonados mudaram radicalmente a civilização Jawa, servindo como uma fortaleza móvel para que as tribos Jawas procurassem materiais para recolher do deserto.

Embora o planeta tenha sido posteriormente considerado tecnicamente parte do setor Arkanis da República, os Hutts se tornaram de fato os governantes, quando chegaram em 65 ABY, utilizando o planeta como um importante ponto de transferência entre as rotas comerciais de Triellus e Corellia.

Em 60 ABY, Merl Tosche estabeleceu a Estação Tosche nos arredores de Anchorhead. Hutts kajidics rivais disputavam o controle do planeta, notavelmente os Besadii (representados por Gardulla Besadii o Velho) e os Desilijic (representados por Jabba o Hutt).

Ascensão do ImpérioEditar

Em 39 ABY, Shmi Skywalker e seu filho Anakin Skywalker se refugiaram em Tatooine, fugindo dos Piratas Espaciais, apenas para serem escravizados por Gardulla em seu palácio.

Em 32 ABY, a rainha Padmé Amidala e seus acompanhantes, incluindo os Jedi Qui-Gon Jinn e Obi-Wan Kenobi, chegaram em Tatooine para reparar o hiperpropulsor de sua Nave Real Nubian J 327. Eles não podiam pagar pela peça de reposição com créditos da República, já que o vendedor Watto só aceitava o pagamento em Druggat. Anakin Skywalker, um dos escravos de Watto, decidiu participar da corrida de Pods, com o prêmio, ele pagou pelo hiperpropulsor. Ele se tornou uma lenda em Mos Espa por ter sido o primeiro humano a ganhar uma corrida de pods. Depois de ganhar a corrida, ele foi levado pelos Jedi para ingressar na Ordem Jedi. Por causa disto, Watto acabou perdendo sua loja.


No final de 32 ABY,, Jango Fett veio a Tatooine e, em nome de Jabba, expulsou Gardulla, dando a Jabba um monopólio virtual sobre as regras do submundo do crime no local. No entanto, o monopólio de Jabba acabou sendo desafiado rainha Whiphid do crime, Lady Valarian.

Mos Espa Grand Arena.png

A Grande Arena de Mos Espa era uma famosa pista de corrida de pods em Tatooine.

Em 22 ABY, Anakin Skywalker retornou à Tatooine, sentindo que sua mãe estava com terríveis dores. Ele foi razoavelmente informado da localização dela por seu recém introduzido padrasto Cliegg Lars, que havia sido aleijado por tentar salvá-la de seus prisioneiros. Em seu caminho para o vilarejo dos Tusken, a localização da tribo foi dita por um chefe Jawa em seu acampamento. Quando Anakin chegou ao local, descobriu que sua mãe tinha sido torturada pelos Caçadores Tusken, logo depois ela morreu nos braços de Anakin. Enfurecido, Anakin massacrou brutalmente todos os Tuskens do vilarejo.

Durante as Guerras Clônicas, a República tentou restabelecer sua presença no planeta construindo um porto espacial, mas o general da Confederação, Sev'rance Tann, aliado a um pequeno Lorde do crime Hutt, Boorka, expulsou a República e estabeleceu sua própria fortaleza. Jabba protestou contra o envolvimento direto de Boorka nas Guerras Clônicas, e revelou o local da fortaleza para Echuu Shen-Jon, que a destruiu. Na verdade, ajudar Echuu foi uma simples maneira de Jabba eliminar Boorka, já que o próprio Jabba estava envolvido diretamente nas Guerras Clônicas: ele transportava o minério de cortosis de Tatooine para Metalorn, para que a união Techno construísse seus droides de cortosis. Esta operação foi finalizada por Anakin Skywalker. Algum tempo antes ou durante 19 ABY, X1 e X2 estabeleceram um forte no local junto com o Mestre Jedi Ferroda. A CSI chegou logo depois, mas a República Galática conseguiu defender o forte com sucesso. Graças ao feito, X1 e X2 ganharam medalhas de reconhecimento. Em 21 ABY, Anakin, acompanhado de sua aprendiz Ahsoka Tano, estava relutante em voltar para Tatooine com a Twilight, devido à Jabba permitir o acesso da República nas rotas espaciais secretas dos Hutts contra a CSI, para que o resgate de seu filho Rotta no Mosteiro Teth fosse realizado. O Jedi saiu vitorioso em devolver o Rotta ao Palácio de Jabba, apesar das sabotagens realizadas por Asajj Ventress e Conde Dookan. Então, o Império de Jabba tornou-se um aliado da República, bem como permitindo que Exército Clone tivesse uma passagem segura pelo Espaço Hutt e pelo Setor Arkanis.

Em 19 ABY, após a Ordem 66 e o Grande Purgo Jedi, Obi-Wan Kenobi escolheu como esconderijo Tatooine, encontrou uma cabana abandonada e ficou de olho no jovem Luke Skywalker, a quem Kenobi confiou ao enteado de Shmi, Owen Lars, e sua esposa Beru Lars.

Império GaláticoEditar

Farmer dinner.jpg

Uma refeição típica para uma família de fazendeiros de umidade.

Na época do começo do Império Galático, a população do planeta era estimada em 200.000. Em 18 ABY o Império posicionou vários batalhões de Stormtroopers para serem carregados pelo Eye of Palpatine, sendo que a nave nunca chegou ao planeta. O Império também tinha um pequeno posto em Mos Eisley, embora as tropas do local não prestassem muita atenção ao crime que infestava o porto espacial.

Pouco antes da destruição de Alderaan, o Destróier Estelar Devastator capturou a Princesa Leia Organa a bordo da Tantive IV sobre Tatooine. Este acontecimento deu início a Primeira Batalha de Tatooine (Guerra Civil Galática). Leia vinha tentando fazer contato com Kenobi, para pedir que ele ajudasse a Aliança Rebelde a resolver a crise da Estrela da Morte, como ela havia sido instruída por seu pai adotivo Bail Prestor Organa, um ex-compatriota de Kenobi. Leia não sabia do segredo que Bail e Obi-Wan compartilhavam: que ela era a filha de Anakin Skywalker. Assim que os stormtroopers invadiram a corveta, Leia deu os planos recém-adquiridos da Estrela da Morte para R2-D2, que escapou para a superfície de Tatooine com seu companheiro C-3PO. Momentos depois, Darth Vader capturou Leia, sem saber que ela era sua filha.

Vader, antigo Anakin Skywalker, tinha os stormtroopers do comandante Nahdonnis Praji, colocados sob o comando de Brenn Tantor do Grande General Malcor Brashin, para vasculhar o planeta em busca dos droides, ignorando os protestos do governador local Tour Aryon. Os droides foram capturados pelos Jawas e comprados por Owen Lars, mas R2-D2 acabou fugindo procurando por Obi-Wan Kenobi. Luke Skywalker e C-3PO perseguiram R2-D2. Eles foram atacados pelos Tuskens, mas foram salvos por Kenobi, que emulou o som de monstros cruéis de Tatooine, os Dragões Krayt. Os Tuskens se assustaram e fugiram. Obi-Wan começou a ensinar a Luke sobre os Jedi, embora escondesse a verdade sobre seu pai, fazendo-o pensar que Anakin Skywalker foi assassinado por Darth Vader. Ele deu a Luke um sabre de luz que pertenceu a Anakin.

Mos Eisley.png

Mos Eisley, uma cidade de espaçoporto.

Enquanto isso, na busca realizada pelo Império seguindo a trilha dos droides, os Imperiais mataram os Tuskens que atacaram Luke e usaram seus banthas para disfarçarem sua trilha como as de um grupo de ataque Tusken. Eles atacaram o sandcrawler que resgatou o R2-D2 e C-3PO. O Império também atacou uma pequeno ponto de apoio rebelde no Mar das Dunas. Os Imperiais bloquearam Tatooine para impedir que os droides fugissem do planeta, e começaram uma busca minuciosa em Mos Eisley. Isto levou a um segundo confronto com os habitantes locais.

Sluuce Canyon.png

Sluuce Canyon, acima de Mos Eisley.

Em Mos Eisley, no entanto, Kenobi e Luke contrataram Han Solo e Chewbacca para levar-los, junto com os droides para Alderaan. A Millennium Falcon de Solo conseguiu furar o bloqueio Imperial e voou de Mos Eisley. O Império já tinha tido o suficiente, então começou uma campanha de pacificação brutal, exterminando qualquer indivíduo que cruzasse o caminho do Império. Tropas Rebeldes escondidas unidas aos cidadãos de Mos Eisley tentaram uma resistência mas foram rapidamente reprimidos.

Em conjunto com os eventos ocorridos acima ou pouco tempo depois, dois X-Wings pilotados pelos rebeldes Rookie One e Ru Murleen atacaram um AT-ST alocado em Mos Eisley, Após o ataque, participaram na ofensiva ao Destróier Estelar Devastator, que estava na órbita do planeta.

Após este ataque, o Império aumentou sua presença em Tatooine. Eles introduziram a Doença de Bledsoe no planeta. no entanto, Luke Skywalker, agora um Jedi em treinamento e membro da Aliança Rebelde, retornou ao planeta e destruiu o posto Imperial após sequestrar o próprio Dr. Bledsoe, de quem Luke conseguiu o antídoto para a doença.

Em 1 DBY, Tatooine, junto com resto do sistema foi posto sob um toque de recolher por um Moff não identificado.

Em algum momento entre 0 DBY e 4 DBY, R2-D2 e C-3PO retornaram a Tatooine juntos com um agente Rebelde e com Holocam E para destruir uma fábrica de droides assassinos do Império. Eles se infiltraram em um sandcrawler pertencente aos Jawas e obtveram sucesso ao transformar os droides Imperias da série-IG de droides assasinos em inofensivos droides dançarinos.

MosEisley-celebration.png

Mos Eisley celebra o que eles pensavam ser o fim da Guerra Civil Galáctica.

Em 3 DBY, Boba Fett trouxe Han Solo, congelado em carbonite, para o Palácio de Jabba e coletou sua recompensa. Um ano depois Luke Skywalker retornou para Tatooine para resgatar Han. Luke, Leia, Lando Calrissian e os droides se infiltraram no palácio de Jabba e libertaram Han do carbonite. Porém, Skywalker e sua trupe acabaram sendo capturados. Jabba sentenciou que Luke e Han deviam ser jogados no Sarlacc para que servissem de alimento para o grande monstro. Han acidentalmente mandou Boba Fett de encontro ao monstro e Leia estrangulou Jabba com uma corrente até sua morte. A morte de Jabba provocou o fim do Império Hutt de Jabba, assim como o do Cartel Hutt.

Nova RepúblicaEditar

Após a Batalha de Endor, o desaparecimento do Império de Jabba levou a um conflito sangrento entre gangues rivais de Tatooine que perdurou por muitos meses. Em 5 DBY, o Império do Crime foi ressuscitado pelo pai de Jabba e, posteriormente, pelo seu sobrinho. Assim, a rivalidade local tinha sido terminada e Gorga expandiu o Império até mais do que o próprio Jabba, devido a sua afiliação ao corpo criminal principal. O cartel, por outro lado, nunca foi ressucitado.

Também após a Batalha de Endor, o Imperador Sate Pestage construiu um reduto em Tatooine chamado Base Eidolon, apesar de nunca ter usado. A base foi descoberta mais tarde pelo Esquadrão Rogue da Nova República. o comandante Wedge Antilles deu para Elscol Loro muitas das armar estocadas na Base Eidolon. Elscol deixou o Esquadrão Rogue e usou as armas para criar um movimento de guerrilha independente que liberou planetas dos Remanescentes Imperiais.

Falcon-tatooine.png

A Millennium Falcon deixa Tatooine.

Como sendo terra natal de Luke Skywalker, Tatooine transformou-se em um chamariz turístico, assim que ele se tornou um membro da Nova República.

Durante o período da Nova República, Tatooine passou por um ciclo de severas tempestades de areia que danificou e destruiu vários assentamentos de humanos.

Aliança GaláticaEditar

Quando a Guerra Yuuzhan Vong começou em 25 DBY, a Nova República havia perdido autoridade no planeta e, por isso, deixou-o de lado. Após os Yuuzhan Vong destruírem toda a vida em Nal Hutta e em Nar Shaddaa em 26 DBY, os Hutts adotaram Tatooine como seu novo mundo em 28 DBY. Durante a guerra, Tatooine tornou-se um centro comercial, devido ao fato dos Yuuzhan Vong, não se importarem com o planeta. Em 29 DBY os Hutts retornaram para Nal Hutta e recuperaram o planeta. O movimento de resistência e recuperação do Espaço Hutt continuou suas operações em Nal Hutta. por causa disto, o Império Gorga acabou tornando-se a única autoridade em Tatooine. Finalmente, em 30 DBY, a Aliança Galática reinvindicou o planeta.

Novo Império GaláticoEditar

O Império Galático de Darth Krayt mantinha apenas uma pequena presença em Tatooine. havia pequenos postos de controle em Anchorhead, Mos Eisley e Mos Espa. O antigo palácio de Gardulla o Hutt serviu como instalação para a Estação Imperial Bravo, quartel general do moff Nieve Gromia.

Habitantes locaisEditar

Hanchewiesandstormtatooine.jpg

Han Solo e Chewbacca procuram abrigo numa das tempestades de areia de Tatooine.

Os habitantes de Tatooine eram de muitas diferentes espécies de muitos pontos da galáxia, como pode ser visto nos vários bares e cantinas nas cidades. Os locais adoravam apostar quase tudo, especialmente corrida de pods, apesar do esporte ter caido em declinio após a ascensão do Império. Isto pode, talvez, atestar o fato de que o planeta tem sido por muito tempo controlado pelos Hutts.

LocalizaçõesEditar

ApariçõesEditar

Aparições não-canônicasEditar

FontesEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória