Wikia

Star Wars Wiki em Português

Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca

5 392páginas
nesta wikia
Falar0
Este artigo detalha um assunto considerado cânon
O assunto deste artigo aparece na era da Rebelião.O assunto deste artigo existe ou é relevante no mundo real.
"A saga Star Wars continua."
―Epígrafe[fonte]

Star Wars Episódio V: O Império Contra-Ataca é o segundo filme e quinto capítulo da série de filmes de George Lucas. Originalmente lançado em 21 de Maio de 1980, o filme recebeu resenhas e reviews misturadas, mas ao longo do tempo, provou ser um dos filmes mais populares entre fãs e críticos. Mas ele só faturou 290 milhões de dólares nos Estados Unidos e é o filme que menos lucrou na série, atrás apenas de Star Wars Episódio VI: O Retorno de Jedi ($309M, mas ajustado pela inflação é o décimo-segundo filme de maior bilheteria com $707M).

O filme fala dos conflitos contínuas da Aliança Rebelde contra o Império Galáctico, depois da destruição total da primeira Estrela da Morte, que mesmo assim os rebeliões continuam fugindo da ameaça do Império, que manda sondas espiãs por toda a Galáxia em busca dos rebeldes. Enquanto isso, Luke começa um verdadeiro treinamento Jedi com Yoda, após a sugestão do espírito de Obi-Wan. Em um confronto emocionante com Darth Vader, na qual Luke deve encarar seu destino.

Depois de uma produção difícil, o Império Contra-Ataca inicialmente recebeu críticas mistas, embora desde então tem crescido em grande estima, tornando-se o capítulo mais aclamado pela crítica na saga, e é considerado um dos maiores filmes de todos os tempos.

Em 2010, o filme foi selecionado para preservação no Registro Nacional de Filmes Norte-Americana pela Biblioteca do Congresso por ser "culturalmente, historicamente e esteticamente significativo".

Texto Inicial Editar

Episódio V
O IMPÉRIO CONTRA-ATACA
É um período crítico para as
Forças Rebeldes. Embora a
Estrela da Morte tenha sido
destruída, as Tropas Imperiais
conseguem expulsar os
Rebeldes de sua base
secreta e os perseguem por
toda a galáxia.

Fugindo da terrível Frota
Imperial, um grupo de
Rebeldes chefiados por Luke
Skywalker, estabelece uma
nova base secreta no remoto
mundo gelado de Hoth.

O senhor do mal, Lorde Darth
Vader, obcecado pela idéia de
encontrar o jovem Skywalker,
enviou milhares de sondas
remotas para os pontos mais
longínquos do espaço....

ResumoEditar

A Procura por SkywalkerEditar

Três anos após os eventos de Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança, os Rebeldes foram forçados a fugir de sua base em Yavin e estabelecer uma nova no planeta gelado de Hoth. Darth Vader, continua sua busca por Luke Skywalker, enviando milhares de droides sondas de reconhecimento pela galáxia. Uma das sondas chega a Hoth e começa a examinar o planeta. Luke Skywalker, em um patrulha com seu tauntaun, descobre a sonda, a qual ele se engana pensando ser um meteorito. Após relatar a Han Solo, ele é atacado por uma criatura misteriosa e fica inconsciente. Quando Luke não volta para a Base Echo, Han Solo pega um tauntaun e sai para buscá-lo. Luke se ve acordado de cabeça para baixo em uma caverna de gelo, vendo um perigoso Wampa comendo seu tauntaun. Usando a Força, Luke consegue puxar seu sabre de luz até sua mão. Após ativá-lo, ele corta o que estava o prendendo e então corta o braço do Wampa. Ele tenta voltar para a Base Echo a pé, mas não consegue e cai inconsciente no chão. De repente, ele vê o Espírito da Força de Obi-Wan Kenobi na sua frente, que pede para ele ir à Dagobah para ser treinado por Yoda, o Jedi que o treinou. Depois que o espírito desaparece, Han chega a Luke, desmaiado. Para manter Luke quente, Han usa o sabre de luz do garoto para cortar a estômago do tauntaun morto e o deixou ao lado. Han finalmente contata a Base Echo por seu comlink, e eles são resgatados por pilotos Rebeldes em snowspeeders. Quando chegam de novo à base, Luke é posto em tratamento de Bacta para recuperação. Leia tenta convencer Han para ficar com os Rebeldes.

A Batalha de HothEditar

Atatemhoth.jpg

AT-ATs em Hoth.

Darth Vader e as Forças Imperiais mudaram o curso para o sistema Hoth para montar o ataque. Pouco tempo depois, Luke percebe que tem de deixar Hothm e então diz adeus a Chewbacca e Solo. Quando as forças Imperiais entram no sistema Hoth, Vader descobre que o Almirante Ozzel saiu da velocidade da luz tão perto do planeta que os Rebeldes foram alertados da presença da frota. Por comunicação em vídeo, Vader estrangula Ozzel até a morte por suas ações, e então aponta Capitão Piett o novo Almirante.

O grupo de snowspeeders, liderado por Luke, começa o ataque, mas ao perceber que a blindagem dos AT-ATs é muito forte para tiros de blasters, decide usar arpões e cabos para prender as pernas dos AT-ATs. Wedge Antilles e seu atirador Janson atiram primeiro para destruír um dos AT-ATs. O AT-AT principal prepara para mirar no gerador principal da Base rebelde. De repente, o speeder de Luke é atirado pelos Imperiais, e bate na neve. Luke escapa antes que o AT-AT possa pisar em cima e destruir a nave.

A base rebelde está agora sob ataque e os snowtroopers Imperiais entraram na base, forçando Han, Leia, Chewie, e C-3PO a escapar. Leia dá o comando de evacuação para a base e vão embora.

Hoth epv.jpg

A luta desesperada dos Rebeldes.

Luke, enquanto isso, consegue destruir outro AT-AT usando seu cabo e sabre de luz para entrar no transporte por de baixo, e jogando um Detonador Térmico dentro e soltando o cabo antes da explosão. Os Rebeldes sofrem baixas grandes como resultado da batalha. O AT-AT principal então mira e destrói o gerador central.

Han, Leia, e compania, agora pecebendo que estão sendo seguidos por Vader (que chegou em Hoth), vão para o Millennium Falcon a tempo de escapar. Com o Falcon voando para longe, Luke vai até R2 e seu X-Wing e finalmente sai de Hoth. Mudando o curso do resto da Aliança, ele ajusta as coordenadas para o sistema Dagobah.

Han e compania são perseguidos por caças Imperiais. Ao tentar fazer o pulo para o hiperespaço, Han vê que o hiperpropulsor está danificado. Enquanto tenta arrumar o sistema do hiperpropulsor, Han entra em um campo de asteróides para acabar com a perseguição. Ele consegue pousar dentro de um grande asteróide para descançar e arrumar a nave.

O Destino de um JediEditar

"Por 800 anos treinei eu Jedi. A mim cabe dizer quem preparado está."
Yoda[fonte]
Hanleiafalcon.jpg

Han Solo e a princesa.

Luke Skywalker pouse no planeta pantanoso Dagobah, onde conhece um pequeno ser verde que tenta ajudá-lo. Sem saber que o ser verde é, na verdade, o Yoda, a paciência de Luke é testada. Yoda convida Luke para ir a sua caverna jantar.

Naquela noite, a paciência de Luke, (ou a falta dela) é posta à prova. O pequeno ser diz ao garoto que lhe falta paciência, mas a voz de Obi-Wan Kenobi diz a ele que Luke irá aprender a paciência quando for treinado. Então, Luke descobre que o pequeno ser verde é o Metre Yoda. Yoda pergunta a Kenobi se ele irá terminar seu treinamento e suspeita que Luke ficará com medo em algum momento.

Yodalukedagobah.jpg

Luke descobre o caminho Jedi de Yoda.

No dia seguinte, a Falcon consegue escapar o que parecia ser a barriga de uma lesma espacial. Enquanto isso, Luke começa um treinamento rigoroso com Yoda que inclui lições morais sobre o Lado Sombrio da Força.

De volta ao Destróier Estelar, Vader alista os caçadores de recompensas, Boba Fett, Dengar, IG-88, Bossk, 4-LOM e Zuckuss para achar o Millennium Falcon por uma "recompensa especial". Um dos comandantes Imperiais finalmente avista o Falcon, mas este consegue desaparecer dos radares e scanners, se escondendo na torre do Destróier.

Dias depois, enquanto treinava, Luke descobriu seu caça X-Wing prestes a afundar no lago, e então perde a concentração. Luke acha que não conseguiria tirar a nave de lá, já que era muito grande. Yoda, no entanto, diz que o tamanho é um obstáculo apenas na mente dele, e então ele tenta novamente usar a Força para trazer a nave de volta. A nave se mexe por um instante, mas depois afunda de novo. Luke se aborrece com isso, e Yoda levanta a nave com a Força e a tira do lado. O jovem fica incrédulo, e Yoda diz "...e é por isso que você falha".

Falconasteroidesgr.jpg

Perseguição Imperial.

Quando a frota se dispersa para procurar pelo Falcon, os Rebeldes esperam pela nave jogar fora seu lixo compactado antes de fazer o pulo para o hiperespaço e então boiam até que os Destróieres estivessem longe. O hiperpropulsor do Falcon precisa de reparos, então Han decide ir para Cidade das Nuvens, uma colônia de mineração de gás administrada por seu "velho amigo" Lando Calrissian. Infelizmente, o caçador de recompensas Boba Fett havia os seguido e chegou lá antes deles.

No dia seguinte, Yoda lembra Luke das coisas que um Jedi pode ver em sua mente, o passado, o futuro, ou o presente. Luke quebra a concentração de novo e tem uma visão de seus amigos em perigo. Ele quer deixar Dagobah para ajudá-los. Yoda o lembra que se Luke for embora agora, tudo pelo que seus amigos lutaram será destruído.

A Cidade nas NuvensEditar

"A força está com você, jovem Skywalker. Mas, você ainda não é um jedi!"
Darth Vader para Luke Skywalker[fonte]

Na chegada à Cloud City, Han e o resto é bem-vindo por Lando. Mas há vários elementos que fazem com que aquilo fosse suspeito, incluindo o fato de C-3PO ser descoberto inativado, desmembrado e quase reciclado.

Cloudcity1.jpg

Cidade das Nuvens em Bespin.

Naquela noite, Luke e R2 se prepararam para irem embora de Dagobah, e partem para a Cidade das Nuvens em seu X-Wing.

Um dia depois, Han e compania se veem traídos por Calrissian, que foi intimidado pelo Império antes da chegada dos Rebeldes e foi ameaçado se não cooperasse. Eles se tornaram prisioneiros de Darth Vader, que os tortura para criar uma perturbação na Força para que Luke sentisse.

Naquela noite, Vader entrou em uma câmara de congelamento de carbono querendo congelar Luke Skywalker assim que chegasse. O Lorde Negro usa a oportunidade de testar o aparelho pois Boba Fett precisava entregar Solo para Jabba o Hutt (quem ele estava individado). Han e compania entram na câmara para o experimento. De primeira, Chewie resiste aos stormtroopers, mas Han retém ele, popuando sua força para uma outra hora. Han diz adeus a Leia com um beijo antes que fosse descido para o congelamento. Quando ele se congela de forma bem sucedida ainda em estado de hibernação, Vader o entrega para o caçador de recompensas para que este o leve para Tatooine, onde Jabba estava. Um dos comandantes Imperiais informa Vader que o caça de Luke chegou à Bespin. O Lorde Negro ordena que irá levar Leia, Chewie, e C-3PO para seu Destróier Estelar, quebrando um acordo que fez com Lando. Mas o administrador de Cloud City tinha outros planos.

Duelo com o Lorde NegroEditar

"Obi-Wan nunca lhe disse o que aconteceu com seu pai?."
"Ele me disse o suficiente... que foi você que matou ele!"
"Não... eu sou o seu pai."
"Não, não, não é verdade.
"
―Darth Vader e Luke Skywalker — (audio)Ouça (arquivo)[fonte]
Lukevaderesb.jpg

O duelo começa.

Luke abre caminho em Bespin sem problemas, e após descobrir a placa de carbonita de Solo ele escapa de uma batalha de armas com Boba Fett. Deixando R2 para trás, ele chega à câmara de congelamento de carbono. Lá, ele encontra Vader e os dois lutam em um duelo de sabres de luz épico, onde as habilidades não-desenvolvidas não são páreis para Vader.

Os Imperiais (escoltando os prisioneiros Rebeldes para fora de Bespin) são rendidos pela segurança de Cloud City, livrando Lando e os outros. Lando diz que ainda há uma chance de salvar Han, na Plataforma Leste. C-3PO se reúne com seu companheiro R2. Lando e os outros chegam muito tarde, com a nave de Fett decolando, e então começando uma batalha contra outros stormtroopers.

Luke e Vader continuam sua batalha de sabres de luz no centro de Cloud City. Vader usa o Lado Sombrio da Força contra Luke, e eventualmente o jogando para uma das plataformas de emergência.

Com a batalha continuando lá fora, Lando ordena uma evacuação de Cloud City, e então eles vêem sua última chance de escapar... o Millennium Falcon.

Na fase final do duelo de sabres de luz, Vader consegue cortar a mão direita de Luke, que então cai (junto com o sabre de luz que ela segurava) no abismo. Em talvez uma das cenas mais memoráveis da história do cinema, Vader revela a Luke que ele é seu pai. Luke grita em negação e recusa. Vader tenta persuadir Luke a se juntá-lo e vir para o Lado Sombrio para derrotar o Imperador. Mas Luke escolhe o suicídio ao invés de se corromper e se joga no abismo.

DarthVaderbeckoning.jpg

"Junte-se a mim e juntos poderemos dominar a Galáxia como pai e filho!"

Luke é sugado pela ventana de ar, e cai no fim da cidade, chegando à última antena abaixo de Cloud City. Ao se deparar com a morte, Luke tentou pedir ajuda à Leia.

Leia sente o pedido de ajuda de Luke telepaticamente. O Falcon volta para Cloud City. Usando uma escotilha de escape, Lando segura Luke e o salva. Aos saírem eles encontram caças TIEs os perseguindo. O Falcon finalmente escapa do campo gravitacional de Bespin e está quase entrando no hiperespaçpo quando o sistema de hiperpropulsor de novo falha. Vader pede confirmação de que o sistema de hiperpropulsor do Millennium Falcon foi desativado para prevenir sua escapatória, e então prepara seus homens.

Empireendshot.jpg

Os Rebeldes se reagrupam e planejam resgatar Han.

Enquanto os Imperiais perseguem o Falcon, o machucado Luke ouve a voz de Vader o chamando. Ele então pergunta para si mesmo, "Ben, porque você não me contou?".

C-3PO comanda R2-D2 enquanto este vai o reconstruindo. Mas, com uma pequena ingenuidade, R2 consegue arrumar o sistema hiperpropulsor bem na hora para fugir para o hiperespaço. Vader se desaponta e volta para seu quartel secreto em seu Destróier Estelar, ignorando a falha de Piett.

O filme acaba numa fragata médica no ponto de reunião da Frota Rebelde, onde Luke tem sua mão substituída por uma prostética. Lando e Chewie começam a planejar sua missão mais perigosa... resgatar seu amigo Han Solo. Lando promete a Leia que eles irão trazer de volta o homem que ela ama. Luke, Leia, e os droides olham enquanto o Falcon departe para territórios desconhecidos. Seus futuros e destinos estão incertos agora. Mas o tempo chegará quando tudo ficará resolvido... Só é uma questão de em quanto tempo.

Produção Editar

Roteiro Editar

Para a sequência, Lucas contratou a escritora de ficção científica e roteirista Leigh Brackett, conhecida como "A rainha da space opera", no final de 1977 por uma semana, os dois discutiram a história durante as reuniões dedicadas especificamente para isso. As sessões foram gravadas e transcritas, mas nunca tornadas públicas. Somente quando o roteiro original foi publicado em 2010, foi revelado que a contribuição real da escritora. No primeiro esboço de Brackett, o pai de Luke aparece como um fantasma para instruir Luke, ele releva que Luke tem uma irmã-gêmea chamada Nellith Skywalker e que está também é uma Padawan, ela foi separada dele pelo pai, a fim de que ela não fosse encontrada por Darth Vader. Brackett terminou seu primeiro esboço no início de 1978; Lucas disse que estava desapontado com o roteiro dela, mas antes que ele pudesse discutir com ela, ela viria a falecer, vítima de de câncer. Com nenhum escritor disponíveis, Lucas teve de escrever o seu esboço sozinho. Foi este esboço que Lucas usou pela primeira vez a palavra "Episódio" para a numeração dos filmes; O Império Contra-Ataca foi listado como Episódio II.

Como Michael Kaminski argumenta em A História Secreta de Star Wars, a decepção com o primeiro esboço provavelmente fez Lucas considerar diferentes direções em que poderia levar a história. Ele fez uso de uma nova reviravolta na história: Darth Vader afirma ser o pai de Luke. Este novo ponto de história de Darth Vader sendo o pai de Luke teve efeitos drásticos sobre a série. Michael Kaminski argumenta em seu livro que é pouco provável que o ponto da trama havia sido seriamente considerado ou mesmo concebido antes de 1978, e que o primeiro filme foi claramente operando sob um enredo alternativo onde Vader foi separada do pai de Luke; Essa não é uma única referência a este ponto da trama antes de 1978. Depois de escrever o segundo e terceiro projectos de Empire Strikes Back,no ponto em que foi introduzido pai de Luke, Lucas avaliou uma nova história que ele havia criado: Anakin Skywalker era aluno brilhante de Ben Kenobi e teve um filho chamado Luke, mas foi influenciado para o Lado Sombrio pelo Imperador Palpatine (que se tornou um Sith e não simplesmente um político). Anakin lutou com Ben Kenobi em um vulcão e foi ferido, mas depois ressuscitou como Darth Vader. Enquanto isso Kenobi escondeu Luke em Tatooine enquanto a República se tornou o Império e Vader sistematicamente perseguiu e matou os Jedis.

Com esta nova história de fundo no lugar, Lucas decidiu que a série seria uma trilogia, com O Império Contra-Ataca sendo chamado de Episódio II. Lawrence Kasdan, que tinha acabado de escrever Os Caçadores da Arca Perdida, foi então contratado para escrever os próximos rascunhos, e foi dada uma contribuição adicional, com a entrada do diretor Irvin Kershner. Kasdan, Kershner, e o produtor Gary Kurtz viram O Império Contra-Ataca como um filme mais sério e adulto, graças ao novo enredo, mais escuro, e desenvolveu a série a partir das raízes de aventura leve do primeiro filme.

Um dado especialmente curioso sobre o filme é que a cena inicial da criatura Wampa atacando Luke Skywalker no rosto foi inserida por George Lucas no roteiro para ajudar a justificar o fato de Mark Hamill ter uma aparência diferente, devido a um grave acidente de carro sofrido no início de 1977 que o desfigurou.

Relançamento em 3D Editar

Em setembro de 2010, a Lucasfilm anunciou que todos os seis filmes da saga Star Wars seriam convertidos em 3D e relançados nos cinemas em ordem cronológica. Começando por A Ameaça Fantasma, que teve seu relançamento em 2012.

Nos bastidoresEditar

TríviaEditar

  • A Marcha Imperial foi tocada pela primeira vez neste filme, na cena em que a base rebelde foi localizada e os destróiers iniciam seu ataque.
  • O número da plataforma em que a Millennium Falcon pousa na Cidade das Nuvens é 327, o mesmo número do hangar da Estrela da Morte em que ela pousou e o tipo de nave que a rainha de Naboo usou para fugir de seu planeta no Episódio I.
  • Somente esse filme termina no espaço.
  • Quando o primeiro caça TIE explode no campo de asteroides, é possível ver o piloto saindo da nave em chamas.
  • A voz original de Boba Fett foi trocada pela de Jango Fett na versão Special Edition para mostrar que ele é um clone de seu "pai".
  • A breve imagem de Darth Vader sem capacete serve para mostrar que ele não é uma maquina, mas sim um humano.
  • O Império Contra-ataca é o único filme que não mostra Tatooine.
  • O filme mostra a primeira aparição do termo "X-wing".
  • Quando Chewbacca derruba os stormtroopers na sequência do congelamento em carbonita, Boba Fett tenta acerta-lo, mas é impedido por Vader. A causa pode ser pelo fato que C-3PO estava amarrado nas costas do Chewie.
  • Muitas pessoas acham que a famosa fala de Darth Vader é "Luke, eu sou seu pai!". Mas na verdade ele disse "'Não, eu sou seu pai". Já na adptação para o rádio a fala ficou "Não, Luke, eu sou seu pai!".
  • Neste filme, é a primeira vez que Darth Sidious aparece na saga.
  • O ator Mark Hamill,sofreu um acidente de carro antes das gravações,que desfigurou o seu rosto.Devido a uma cirurgia plástica,seu rosto ficou diferente,e então foi criada a cena do wampa atacando Luke (no início do filme) para justificar a mudança.
  • Depois de Darth Vader dizer que era o pai de Luke, vários filmes, desenhos animados e etc... fizeram a mesma coisa como por exemplo Toy Story 2 quando Buzz Lightyear diz ao imperador Zurg "você matou meu pai" e Zurg "não eu sou seu pai".

TrailerEditar

Star Wars Episode V - The Empire Strikes Back Trailer03:15

Star Wars Episode V - The Empire Strikes Back Trailer

ElencoEditar


Links ExternosEditar

Notas e referênciasEditar

[Esconder][Fonte]

Ao redor da rede Wikia

Wikia aleatória