FANDOM


Eras-legends

30px-Era-real

Star Wars: Jedi Knight: Dark Forces II (Star Wars: Cavaleiro Jedi: Forças Negras II, em tradução livre) é um jogo de tiro em primeira pessoa desenvolvido pela LucasArts baseado na franquia Star Wars lançado em 9 de outubro de 1997. É a continuação de outro jogo denominado Star Wars: Dark Forces, trazendo de volta o mesmo estilo de jogo e os personagens envolvidos nele. É o primeiro jogo que permitia controlar um personagem Jedi utilizando poderes da Força e um sabre de luz. O Jogo foi muito bem aceito pela crítica. Possui filmes entre as missões bem elaborados, com atores reais e cenas emocionantes. Ao todo, são 21 missões, com diversos tipos de dificuldade: lutas com sabre de luz, fuga de uma nave em queda livre e outros diferentes e inovadores conceitos em 3D.Também é o primeiro jogo da série a trazer a possibilidade de jogar pela Internet.

Texto inicialEditar

Esta é a introdução do jogo (traduzida para o português),que, da mesma maneira que acontece com os filme da saga, aparece em rolagem:

Desde a destruição da segunda Estrela da Morte, a Aliança Rebelde começou a ter dificuldades para a instauração da Nova República. Vendo isto como uma oportunidade de conquistar a Galáxia, novas forças armadas rivais nasceram. Dentre delas, destaque-se os Sith. Seu líder, Jerec, está a procura do Vale dos Jedi. Com este lendário campo de batalha desaparecido, ele poderá ter um poder jamais calculado capaz de destriur a paz e a justiça na Galáxia.

HistóriaEditar

O modo single player traz o personagem Kyle Katarn, um mercenário a serviço da Aliança Rebelde que apareceu no jogo predecessor.O jogo possui a possibilidade do jogador escolher a qual caminho irá percorrer, podendo ir para o Lado Sombrio da Força ou para o Lado da Luz. Um ano depois dos eventos do filme O Retorno de JediKyle está a procura de seu pai Morgan que teria sido assassinado por um Jedi chamado Jerec. Kyle recupera com o robô 8t88 um disco que só um androide em sua antiga residência,em Sulon poderia ler.

Kyle Katarn

Kyle Katarn, principal personagem do jogo

Lá descobre, através de uma mensagem de seu pai gravada no androide, a existência do Vale dos Jedi. Ao acabar a mensagem, o androide entrega um sabre de luz a Kyle, começando assim, a trilhar seu caminho pela força. Após um momento de reflexão, Kyle decide ir atrás de Jerec, que, junto com seus comparsas pretendiam tomar posse do Vale dos Jedi, um local que concentra o poder de muitos Cavaleiros Jedi que já morreram. Durante a perseguição, ele enfrenta os comparsas de Jerec que também são cavaleiros Jedi e vai com Jan Ors até o planeta onde está o Vale dos Jedi, para enfim derrotar Jerec.

Como foi dito anteriormente, o jogo possui finais diferentes dependendo da escolha do jogador. Se escolheu o Lado Sombrio da Força no final ele se torna o Imperador. Se escolheu o Lado da Luz, termina esculpindo um monumento para o seu pai (ver mais na parte "Por trás das cenas").

ParticipaçõesEditar

Até a sua data de lançamento, não existia algum jogo que levava personagens, locais, veículos e criaturas em uma quantidade considerável a uma tela de PC. Em Jedi Knight, sua abrangente diversificação "massificou" a jogabilidade do jogo, tornando-a menos repetitiva.

PersonagensEditar

180px-Jerec-stance

Jerec, o líder dos Sith que correm em busca do Vale dos Jedi

CriaturasEditar

DroidesEditar

Espécies RacionaisEditar

Armas e TecnologiasEditar

VeículosEditar

Eventos ParalelosEditar

LocalizaçõesEditar

Organizações e TítulosEditar

MiscelâneaEditar

Créditos dos FilmesEditar

Voz e Dramatização

Direção e Roteirista

Poderes da ForçaEditar

Em Jedi Knight, os poderes da Força foram só usados, mas como também ganharam nomes e divisões (poderes neutros, do lado da luz e do lado sombrio)

Poderes NeutrosEditar

Poderes do lado da LuzEditar

Poderes do Lado SombrioEditar

Nos bastidoresEditar

Easter EggsEditar

Em Barons Hed,há uma casa que está sempre trancada. Para destrancá-la, basta subir um pouco as escadas que estão a frente, descer rapidamente e se esgueirar para entrar na casa. Ao entrar, você achará uma mulher e Max, o coelho, um personagem da LucasArts que aparece também no primeiro Dark Forces. Cuidado ao atacá-lo! Ele é invencível. Se você interargir com ele, poderá ver a visão dele do jogo. Se você for lento, é só esperar a mulher voltar.

Na fase 9, há outro cameo de Max, o coelho. No final da fase, quando você pula para nave, se olhar para trás, verá a cara de Max no encaixe

Weegee destruídoEditar

Na fase 4, é possível destruír o droide de Kyle, Weegee,depois de muitos ataques. Depois dos ataques ele explode, matando quem estiver por perto. Depois, a voz de Qu Rahn aparece dizendo:'For you, the choice is the dark side'

Final alternativoEditar

Se o jogador escolher o caminho do Lado Sombrio da Força, Kyle Katarn mata Jan Ors como prova de todo o seu ódio e se torna um rival direto de Jerec pelo domínio do Vale dos Jedi. Kyle se vê dentro da Estrela de Sulon em queda, mas consegue fugir com sua Moldy Crow, igual ao que aconteceria se caso o jogador escolhesse o lado da Luz. O que muda é que desta vez a Moldy Crow não se choca no cânion. Ao invés de enfrentar Sariss, ele luta com Yun novamente, mas desta vez Kyle não o dexaria ecapar com vida. Após a luta, Kyle enfim busca a entrada do centro do Vale e derrota Boc e, na seqüência, mata Jerec, se tornando assim o novo Imperador, com Sarris ao seu lado.

Manual do jogoEditar

O manual, por sua vez, ganha destaque por possuir as descrições detalhadas dos inimgos de dos poderes da Força. Antes, era normal um manual de um jogo mostrar apenas um roteiro resumido do jogo mais as definições dos seus controles.

Aspectos notáveisEditar

Na versão online, quando um jogador morria, suas munições e armas, que estão dentro de uma mochila,eram jogadas ao chão e permaneciam no mapa durante um bom tempo. Assim, o jogador que morria poderia retomar as armas que perdeu, basta voltar ao lugar que anteriormente foi morto. Batalhas, mesmo com números necessários para ganhar baixos (por exemplo: 5 a 10 pontos) poderiam durar mais de uma hora, e de modo que, conforme o tempo vai passando, vai se tornando uma batalha cada vez mais intensa.

Atitudes como estas separaram Jedi Knight dos outros da época, que visavam gráficos vibrantes e explosões barulhentas. A jogabilidade de Jedi Knight focava a velocidade, agilidade, mira e a habilidade de prever atitudes do oponente. Os mapas da versão multiplayer foram criados para que as armas nunca fossem um problema.

Jedi Knight possui dois tipos de visão de jogo: primeira e terceira pessoa. Primeira pessoa permite um mira mais apurada, porém limita uma visão de jogo sobre o ambiente. Na terceira pessoa pode-se ver tudo que está acima e abaixo do jogador, sem precisar movimentar o mouse. Pode-se ver um horizonte maior, tendo assim uma maios pesperctiva daquilo que irá defrontar mais a frente. É, de longe, a melhor visão de jogo para duelos de sabre de luz (existe uma opção no jogo que permite a troca automática de visão quando a arma está em uso).

Ainda hoje existem sites ativos de JK, tais como jkhub.net e massassi.net, com uma comunidade relativamente ativa.

Para se jogar multiplayer hoje, é necessário a abertura de portas no roteador, modem, ou GameRanger.

Death-star-2 Esse artigo está em construção.

O autor deve estar treinando seus poderes de Jedi.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.