FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

The Ultimate Weapon-0

Os planos da Estrela da Morte nas mãos do Conde Dookan durante a Batalha de Geonosis.

"Se os Rebeldes obtiveram uma leitura técnica completa desta estação é possível, embora improvável, que eles encontrem um ponto fraco e o explorem."
"Os planos aos quais você se refere logo estarão em nossas mãos.
"
General Cassio Tagge e Darth Vader

Os planos da Estrela da Morte, conhecidos pelo código "Estrelinha" de Galen Erso, foram os planos da primeira Estrela da Morte, uma superarma Imperial baseada em designs Geonosianos.

História Editar

Guerras Clônicas Editar

A Estrela da Morte foi projetada por Geonosianos liderados pelo Arquiduque Poggle o Menor, membro da Confederação de Sistemas Independentes. Durante a Batalha de Geonosis, ele deu os planos para Conde Dookan, que decidiu transportá-los para seu mestre, Darth Sidious, que os manteria seguros. Dookan foi interceptado por Obi-Wan Kenobi e Anakin Skywalker no hangar de seu velejador solar, mas derrotou-os e fugiu de Yoda, deixando um grande pilar em cima dos dois Jedi inconscientes. Dookan encontrou Sidious nas Obras de Coruscant e a construção começou três anos depois. Após o estabelecimento do Império Galáctico, Galen Erso e seus colegas cientistas fizeram modificações nos planos enquanto eram guiados pelo diretor Orson Callan Krennic.

Guerra Civil Galáctica Editar

Roubado durante a Batalha de Scarif pelo esquadrão Rogue Um ao custo de grandes perdas rebeldes, a cópia restante desses planos foi transmitida à nave da Princesa Leia Organa e nas mãos de membros da Aliança Rebelde, que também estavam a bordo da Tantive IV. Infelizmente, quando a nave chegou a Tatooine para transportar Obi-Wan Kenobi para Alderaan, ela foi interceptada pela Devastadora, e Organa, em uma disputa desesperada, confiou os planos aos sistemas de memória do droide astromecânico R2-D2. Ele e o droide de protocolo C-3PO foram então enviados em uma cápsula de fuga para Tatooine, onde acabaram sendo comprados por Owen Lars, que os entregou a Luke Skywalker para que ele os reparasse. R2-D2, no entanto, determinado a cumprir a missão que lhe foi conferida por Organa, enganou Skywalker para remover seu parafuso de restrição para que ele pudesse procurar Kenobi.

Luke, preocupado com a reação de seu tio, procurou R2 nos Deserto de Jundland, onde ele foi resgatado pelo próprio Kenobi que R2 estava procurando. O grupo foi para a casa de Kenobi, onde Kenobi descobriu que R2-D2 estava levando uma mensagem para ele de Organa explicando que R2 estava carregando informações vitais para a sobrevivência da Rebelião que precisava ser entregue a Alderaan, mas que a Tantive IV tinha sido capturado pelo Império.

Aparições Editar

Fontes Editar

Notas e referências Editar

As seções "Aparições" e "Fontes" foram importadas e traduzidas automaticamente do artigo em inglês pela Interface de Criação de Páginas. Consulte o histórico do artigo original para identificar os autores.