Wikia

Star Wars Wiki em Português

Millennium Falcon

4 768páginas
nesta wikia
Falar0
30px-Era-imp30px-Era-reb30px-Era-new30px-Era-njo30px-Era-leg
Help Por aqui! Socorro! Por favor, socorro!

Esse artigo ou seção precisa ser arrumado para atingir um patamar maior de qualidade.
Por favor, siga as instruções no Guia de Leiaute e no Manual de Estilo e complete este artigo visando maior qualidade visual e escrita. Remova esta mensagem quando terminar.

Wikificar
Este artigo precisa ser wikificado.
Por favor, formate este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no Manual de Estilo. Remova este aviso somente depois de todo o texto estar wikificado.
Millennium Falcon

Melfal

Informações de produção
Fabricante

Corporação de Engenharia Corelliana

Linha de produtos

Série YT

Modelo

YT-1300

Classe

Cargueiro Leve

Especificações técnicas
Comprimento

26,7 m

Aceleração máxima

0.5 além da velocidade da luz

Armamento

Canhões laser quádruplos, lançadores de misseis e canhão laser leve

Complemento

Cápsulas de Fuga

Passageiros

Varia dependendo da missão ou configuração modular

Capacidade de carga

Varia dependendo da configuração modular (acima de 100 tons métricas)

Sistemas de comunicações

Rádio Chedak

Usagem
Afiliação
Pseudônimos

Millennium Falcon

A Millennium Falcon foi uma lendária nave estelar a despeito de sua origens humildes e exterior enganosamente dilapidado. A Millennium Falcon foi elemento-chave em algumas das maiores vitórias da Aliança Rebelde sobre o Império. Na superfície, a Falcon aparenta ser como qualquer outro cargueiro corelliano, com o casco primário em forma de disco e uma cabine cilíndrica montada ao lado da nave. Embaixo de sua fuselagem, entretanto, a Falcon guarda muitos segredos poderosos. Seus donos fizeram “modificações especiais” no cargueiro, incrementando sua velocidade, seus escudos e sua performance para eventos decididamente ilegais. Suas artilharia foi aperfeiçoada para torres blindadas e rotatórias com lasers quad classe militar. Para cobrir fugas rápidas, a Falcon ostenta sistema de escudos defletores de nível militar Imperial montado em seu “ventre”. O interior habitável da nave também têm algumas surpresas, como compartimentos ocultos de contrabando à prova de escâneres.

Nos FilmesEditar

A Falcon pagou um alto preço pelo aumento de sua performance. Ela foi extremamente teimosa e freqüentemente imprevisível. Seu hiperpropulsor recondicionado geralmente falha. Seu atual capitão, Han Solo, já foi visto restartando uma falha de ignição com duros golpes no anteparo com seus punhos.

A Falcon também pertenceu a Lando Calrissian antes de Solo que a ganhou numa partida de sabacc. Sob o comando de Solo, a Falcon se tornou famosa, completando a Corrida Kessel em menos de doze parsecs (parsec é unidade de distância, não de tempo. Algo falhou no filme). Solo e seu imediato, Chewbacca, mantêm a Falcon, constantemente modificando-a (e, por vezes, remendando-a) tirando dela o máximo que pode oferecer.

Sua velocidade se tornou muito útil quando Solo e Chewbacca se envolveram profundamente com a causa rebelde. Foi a Falcon que providenciou a cobertura de Luke Skywalker no ataque final à primeira Estrela da Morte, se tornou o transporte de fuga da Princesa Leia Organa durante a Batalha de Hoth e durante a decisiva Batalha de Endor, a Falcon liderou a frota rebelde. Sob o comando de Lando Calrissian, ela mergulhou no coração da inacabada segunda Estrela da Morte, e disparou um míssil que ajudou a selar o destino do Império.


ArmamentosEditar

Canhão laserEditar

O canhão laser duplo era um equipamento de série na Millennium Falcon. O sistema de mira computadorizado localizava rapdamente os alvos em movimento, e o canhão disparava o laser com grande precisão. 

Embora projetado para destruir obstáculos perigosos, como pequenos asteroides, o canhão também era útil para despistar piratas.

Misseis de concussãoEditar

Os mísseis de concussão antiblindagem viajavam abaixo da velocidade da luz, para lançar ogivas que geravam destruidoras ondas de choque no momento do impacto.

Propulsão Editar

Conhecido por toda a galáxia por seu sistema de propulsão, o cargueiro YT-1300 construiu seu nome com confiabilidade e rapidez.

Hiperdrive Editar

O gerador Isu-Sim SSPO5 Classe 2.0 do YT-1300 de cromo-titânio, permitia viagens pelo hiperespaço a velocidade típicas de naves militares e caças imperiais.

Motores Sublght Editar

Esses motores de íon, que moviam a nave abaixo da velocidade da luz, eram usados quando o YT-1300 não estava em propulsão Hiperdrive.

Defesa Editar

A proporção entre blindagem e aceleração da Millennium Falcon era mais alta que de qualquer outra nave da mesma categoria. Isso propiciava um elevado grau de segurança, permitindo simultaneamente velocidade e capacidade de manobras impressionantes

Painéis Editar

Painel de escudo

Os painéis de cockpit, nas torres e nos alojamentos da tripulação mostravam o nível atual dos escudos defletores.

Blindagem Editar

O casco da YT-1300 era revestido de durasteel e placas de durânio. Havia outras variações de blindagem nas concessionárias da CEC.

Geradores de Escudos Defletores Editar

O sistema de gerador de escudo era composto por:

Geradores de escudos defletores traseiros e dianteiros
Gerador de campo de força anticoncussão, que era capaz de deter mísseis.

Projetores de Escudos Defletores Editar

Os defletores eram divididos em dois grupos:

Defletor de raios, que absorvia a radiação e energia bruta.
Defletor de partículas, que repelia objetos sólidos.

Alojamentos da Tripulação Editar

Todas as concessionárias CEC (Corellian Engineering Corporation) ofereciam ampla variedade de opções de projetos para criar os melhores alojamentos para a tripulação.

Rampa de EmbarqueEditar

O acesso principal da tripulação ao YT-1300 era uma rampa hidráulica, que poderia ser posicionada no piso do corredor, tanto a estibordo quant a bombordo. A CEC fabricava diversos modelos de plataformas voadoras industriais para a movimentação da carga.

Interior da nave

RecreaçãoEditar

A CEC coompreendia que mesmo a tripulação mais laboriosa prescisava de lazer. Por isso, o YT-1300 (Millenium Falcon) vinha com os mais populares dispositivos de entretenimento, como jogos de tabuleiro holgráficos (exemplo: Dejarik) , sistemas sinópticos e consoles musicais.

CorredoresEditar

Os tubos de acesso ligavam as acomodações à cabine do piloto. Embora os tubos-padrão sejam largos o suficiente para diversas espécies, a CEC tinha grande variedade de tubos para acomodar diferentes alturas e larguras.

Acesso ao Convés de Observação Editar

A Millennium Falcon tinha um convés de observação acima e o outro abaixo da nave, ambos com cobertura de transparisteel. Neste convés foi adicionado por Lando Calrissian uma torre de canhão.

Anéis de Ancoragem Editar

Os anéis de ancoragem, a estibordo e a bombordo, eram projetados para que a nave podia se fixar na maioria das estações espaciais.

No Universo Expandido Editar

A Falcon iniciou sua vida com um cargueiro padrão Corellian Engineering Corporation YT-1300 em uma data ainda desconhecida. Eventualmente foi ganha num jogo de sabacc por Lando Calrissian. Durante o primeiro ano como propriedade de Lando, ela teve muitas aventuras no Sistema Rafa, no Cinturão Oseon, e na Caverna Espacial de ThonBoka. Foi idéia de Lando instalar seções de carga ocultas sob as placas do deque da Falcon. Nessa época, a Falcon tinha um par de pequenos blasters localizados em suas extremidades dianteiras. Calrissian e seu droid Vuffi Raa também incrementaram os escudos da nave. A Falcon ganhou uma de suas mais significantes cicatrizes de batalha, uma grande "lágrima" próxima à rampa de entrada, quando entrou em conflito com uma nave de batalha da Confederação Renatasiana.

Solo continuou as modificações que Calrissian começou quando a Falcon se tornou sua propriedade. Sua fuselagem, armamento e velocidade foram aperfeiçoadas. Uma série de geradores de avançados escudos Kuat Drive Yards, Novaldex, e Nordoxicon roubados por Solo dos estaleiros Myomar muniram a Falcon com uma grade de escudos de uma nave de guerra. Houve o acréscimo de sensores de rastreamento de topo de linha para detectar distantes naves Imperiais antes ainda de detectarem a Falcon. Para suprir a carência de um tanque bacta, a Falcon é equipada com uma cápsula de hibernação criogênica para emergências médicas ou transporte de cargas vivas.

Solo modificou a Falcon, visando reduzir despesas e manter sua privacidade, de forma que a maior parte de seus sistemas vitais podem ser acessados diretamente do cockpit em uma estação no compartimento dianteiro. A grande quantidade de controles de funções da nave passam através do que era um computador Hanx-Wargel SuperFlow IV. Ele foi modificado com três cérebros droids, o que às vezes causa um certo comportamento esquizofrênico na Falcon.

Curiosidades Editar

  • A Millennium Falcon nem sempre possuiu a forma elíptica com a qual estamos todos acostumados a ver. Seu design inicial era muito mais parecida com a forma de um foguete, um corpo cilíndrico com um cockpit em sua parte frontal. Entretanto, durante a produção de Star Wars, um design similar apareceu no show de TV "Space 1999". Com receio de aparentar ser uma imitação, George Lucas remodelou a famosa nave rebelde.
  • O design da nova Falcon foi baseada na comida preferida de Lucas: um hambúrguer com uma azeitona espetada do lado.
  • No álbum de figurinhas O Retorno de Jedi, lançado no Brasil em 1984, a Falcon era identificada como Falcão Milenar.
  • Millenium Falcon apareceu também no Episódio III, como um easter egg no Senado Galático
Slave Este artigo é um esboço de uma nave espacial. Você pode ajudar o Star Wars Wiki expandindo-o.


Ver tambémEditar

Ao redor da rede Wikia

Wikia aleatória