FANDOM



Eras-legends

30px-Era-imp30px-Era-new

"Um Jedi suficientemente forte na Força pode ser treinado para produzir uma cópia, mas não o verdadeiro relâmpago Sith."
Darth Plagueis[fonte]

Julgamento Elétrico também conhecida como Relâmpago Esmeralda era um poder da Força usada por Jedi, como Plo Koon[1], Jacen Solo[2] e possivelmente, Luke Skywalker.

Visão geralEditar

Ele mostrou-se como uma energia amarela[1] ou verde[3] em vez de azul ou branco, mas por outro lado foi muito semelhante em aparência e uso para o poder da Força conhecido como relâmpago da Força. Este poder era incomum e controverso entre os Jedi devido a sua associação intrínseca com raiva e agressão.

Durante uma missão para capturar o criminoso conhecido como Dreed Pommel, Plo Koon o confrontou em uma suíte na cidade de Ektra, Metellos. Pomo tinha tomado uma jovem refém e matou sua família inteira. Durante este encontro, Koon soltou uma saraivada de raios na cabeça de Pommel e depois uma segunda explosão de raios que o deixou inconsciente.

Ele relatou ao Conselho Jedi deste incidente e afirmou que ele não sentia nenhuma raiva ou medo quando ele soltou a explosão de raios da Força e na verdade estava calmo e no controle de suas emoções. O Conselho lhe pediu para pensar se ele sentia se era errado ele ter utilizado seu poder durante a missão e se ele iria usá-lo novamente.

Depois de muita meditação, Koon concluiu que seria errado dele ignorar o seu poder e que ele deve desenvolvê-lo em uma técnica útil. Como solicitado pelo Conselho, gravou suas experiências com o relâmpago da Força que ele apelidou de "Julgamento Elétrico" no Grande Holocron.[4]

Luke Swarm War

Grande Mestre Jedi Luke Skywalker possivelmente usando Julgamento Elétrico.

Anakin Solo, possivelmente o usa quando ele foi consumido pelo lado luminoso da Força pouco antes de sua morte, com fluxos de energia que flui de seus membros em seus inimigos[5]. Jacen Solo também usou esse poder contra guerreiros Vong na batalha de Ebaq 9[2]. Acreditava-se que o Grande Mestre Luke Skywalker usou esse poder, ou uma variação dele, a bordo de Cidadela de Shimrra durante a batalha contra Shimrra Jamaane em uma tentativa de salvar a sua sobrinha e sobrinho do Slayers, sua poderosa versão enviou faíscas verdes fulgurantes sobre o corpo de um Assassino, de imediato matando-o e fazendo seu corpo convulsionar.[3]

Nos bastidoresEditar

Este poder, na série da A Nova Ordem Jedi, foi referido como "fogo de esmeralda". Luke provavelmente era capaz de usar este poder por causa de seus longos anos de meditação sobre o lado luminoso. Jacen disse muito claramente que não mata os inimigos, mas mina a sua força e a força de vontade.

ApariçõesEditar

FontesEditar

Notas e referênciasEditar