FANDOM


Eras-canon-transp

30px-Era-imp30px-Era-real

"Acredite em si mesmo ou ninguém irá."
―Moral[fonte]

"Landing at Point Rain " é o quinto episódio da segunda temporada da série de televisão Star Wars: The Clone Wars. Foi dada a data de adiantamento especial veiculada em 04 de novembro, 2009 na Cartoon Network após uma pausa de três semanas de novos episódios, e é o segundo de uma história em cinco partes.

Descrição oficialEditar

Anakin, Ahsoka, e Ki-Adi-Mundi lideram um grupo de desembarque para destruir uma fábrica de droides em Geonosis.

Resumo da tramaEditar

Episódio 5
Landing at Point Rain
Contra-ataque! Com o exército de clones
concentrado na tentativa desesperada de capturar
a frota estelar de General Grievous, planetas
Separatistas que antes eram considerados seguros estão
agora se levantando contra a República. Em
Geonosis, o líder separatista Poggle o Pequeno,
seguro em sua fábrica recém blindada com um
 escudo, cria milhares de novas terríveis
armas que marcham pra fora da linha
de montagem contra o exército de
clones em desvantagem numérica.

Os Jedis, resolutos no esforço de restaurar
ordem à República, montam uma enorme
invasão para retomar Geonosis e desativar
a fábrica de Poggle de uma vez por todas...
Besprechung für die Schlacht

O Comando da Orla Exterior, nas instruções com a equipe de ataque em Geonosis.

Uma enorme frota da República chega à órbita de Geonosis, onde Mestre Obi-Wan e Mundi lembram a batalha que começou a guerra. Anakin e Ahsoka então vêm para a ponte, tendo contado seus respectivos esquadrões mortos em Dorrin. Eles, então, contatam o Comando da Orla Exterior (Composto por Chanceler Palpatine, Yoda, Mace Windu e Luminara), informando-os que pretendem fazer um ataque de três frentes contra o escudo de proteção onde a fábrica de droides de Poggle está. Chanceler Palpatine expressa sua preocupação com comprometer uma força enorme para este ataque, mas Yoda lhe assegura que capturar Poggle é uma prioridade. Uma vez que sinais Coruscant desligam, os Jedi delineam seu plano com o Capitão Rex, Jet e o Comandante Cody, que é para garantir uma zona de pouso para as suas forças.

Quando a República reúne suas tropas, Cody conta a Obi-Wan que ele não estava envolvido na primeira batalha em Geonosis, Obi-Wan afirma que ele não perdeu nada e conta uma pequena anedota que detalha como ele foi acorrentado a um poste e foi atacado por três monstros grandes. Ele entra em sua aeronave e começa a missão. O pouso os transporta tentando lidar com as defesas aéreas Geonosianas. Já, a aeronave de Anakin é derrubada, embora ele, Ahsoka e suas tropas conseguem sobreviver e avançar, apesar de perder seus tanques. Em outros lugares, Cody recebe uma ordem de pousar os AT-TEs de Mundi. Quando ele pousa, ele adverte Obi-Wan a não pousar, pois é muito perigoso. No entanto, isso não é uma opção para o Jedi, como a seu caça é abatido. A aeronave do General Mundi é atingida e ele fica ferido.

Mundi-Geonosis-Verteidigung

Ki-Adi-Mundi e seus Soldados Clone sendo atacados pelos Geonosianos.

Com todos os três grupos longe da zona de ataque, eles são forçados a abrir caminho. Anakin, Ahsoka e Rex movem-se para tirar uma linha de defesa Geonosiana. Enquanto isso, Cody despacha Waxer e Boil para recuperar Obi-Wan, que, com outro soldado, tinha conseguido sobreviver. Em outros lugares, enquanto Mundi procura por Anakin, Comandante Jet chama do Almirante Yularen reforços ou apoio aéreo. No entanto, o Almirante não é capaz de proporcionar-lhes apoio aéreo sem arriscar outras áreas de sua campanha, que a única coisa que ele pode fazer é ajudá-lo a encontrar o General Skywalker. Então Mundi leva suas tropas em uma caverna, seguindo seus instintos, eles são atacados por insetos Geonosianos.

Anakin e Ahsoka correm até um muro alto, armado com muitas torretes laser, onde droides no chão começam a atirar contra eles. Anakin e Ahsoka conseguem chegar ao topo do muro, onde eles conseguem destruir os droides. No entanto, dois droidekas sobem de dentro da parede, prendendo os dois Jedi. No entanto, Rex é capaz de passar através de um de escudos e disparar, enquanto Anakin cortava o outro. Eles atiram as cargas de explosivos nos elevadores do chão, antes de saltar fora do muro. Uma vez que o caminho é livre, eles se reúnem a Mundi, que tinha conseguido limpar seu caminho através dos Geonosianos com clones lança-chamas. Anakin, então, chama o Almirante Yularen para apoio aéreo e o Almirante dá um esquadrão.

Vereinigte Streitkräfte

As tropas se reúnem.

Para Obi-Wan, as forças droide reduziram suas tropas. Felizmente, um esquadrão de bombardeiros Y-Wing conseguiu equilibrar as chances, quando Anakin, Ahsoka e Mundi chegam. Eles, então, improvisam sobre seu plano, que envolve Anakin levar um esquadrão para cegar os escâners dos droides e posicionar sua arma, atacar com seus AT-TE o gerador de escudo, permitindo que o resto de sua força invadir a fábrica.

Anakin e Ahsoka lideram o ataque, lançando granadas EMP que desativam os canhões inimigos, permitindo que o AT-TEs destruam o gerador de escudo. Aeronaves, em seguida, entram e Geonosianos na área se rendem. Anakin e Ahsoka contam os droides destruídos; Anakin 55, Ahsoka 60. Anakin vai para ver como estão Mundi e Obi-Wan, que estão saindo para tratamento médico. Mundi se junta ao seu jogo, afirmando que seu número de droides destruídos foi de 65, ganhando o respeito de Anakin.

ElencoEditar

Wiki Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.
Considere marcar um esboço mais específico.


Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.