FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

"Nosso objetivo não é conquista, e sim alquimia. A transformação da galáxia. Nós somos um catalisador; onde a Rebelião entrar em contato com o Império, mudança deve ocorrer. A substância da opressão se torna a substância da liberdade–e, assim como qualquer mudança, energias terríveis são liberadas: guerra, vitória e derrota."
Capitão Micha Evon da Aliança Rebelde[fonte]

A Guerra Civil Galáctica foi um conflito galáctico em que a Aliança para Restauração da República armou uma rebelião contra o Império Galáctico em uma tentativa de restaurar democracia para a galáxia. As origens da rebelião datam desde as Guerras Clônicas, quando células rebeldes foram equipadas pela República Galáctica e a Ordem Jedi para lutar contra a Confederação de Sistemas Independentes. Depois que o Chanceler Supremo Sheev Palpatine, secretamente Lorde Sith Darth Sidious, transformou a República no Império e destruiu a Ordem Jedi, muitas dessas células rebeldes começaram a lutar contra o Império. Algumas dessas células eventualmente se uniriam e se tornaram a Aliança Rebelde.

A Aliança conseguiu sua primeira grande vitória contra o Império quando roubou os planos da Estrela da Morte, a estação de batalha destruidora de planetas do Império. Os planos foram levados à Aliança pela Princesa Leia Organa com a ajuda de Luke Skywalker e Han Solo. Uma análise dos planos levou os rebeldes a partir para a Batalha de Yavin, na qual Skywalker, coma ajuda de Solo, destruiu a Estrela da Morte. Uma série de ataques da Aliança ao Império, incluindo um ataque na principal fábrica de armas do Império, deixou o Império se recuperando dos avanços da Aliança. Como resultado, o Império caçou a Aliança pela galáxia sobre a liderança de Darth Vader, um Lorde Negro dos Sith. As forças de Vader encontraram a Aliança no planeta Hoth, o que resultou na Batalha de Hoth, que levou a Aliança a fugir do planeta gelado e esconder sua frota.

Seis meses depois, o Imperador Galáctico permitiu que a Rebelião se informasse da existência de uma segunda Estrela da Morte como parte de uma armadilha para atrair a Aliança para sua destruição. A Aliança, acreditando que estava armando um ataque surpresa, lançou a Batalha de Endor. Durante esse conflito, Skywalker, que tinha aprendido que Vader era seu pai, confrontou o Lorde Negro em um duelo de sabre de luz abordo da Estrela da Morte. O Imperador tentou matar Skywalker quando ele, depois de derrotar Vader, se recusou a ceder ao lado sombrio, mas a visão de seu filho sendo atacado levou à redenção de Vader, que jogou o Imperador abaixo no vão do reator, matando-o. Vader redimido morreu de seus ferimentos obtidos durante esse ato, levando um fim ao domínio dos Sith sobre a galáxia. A Aliança, enquanto isso, destruiu a segunda Estrela da Morte, fraturando o Império.

Como resultado do vácuo de poder deixado pela morte de Palpatine, Moffs imperiais começaram a disputar entre si o poder. Em uma tentativa de evitar que seu povo soubesse da morte do Imperador, Governador Adelhard bloqueou o setor Anoat por um Bloqueio de Ferro, dando início a um levante no setor. Um ano depois, o Império confrontou a Nova República em uma derradeira batalha em Jakku. Depois da derrota decisiva do Império lá, a Concordância Galáctica foi assinada em Coruscant, oficializando o fim da guerra e limitando severamente as capacidades militares do Império.

HistóriaEditar

Death-star-2 Esse artigo está em construção.

O autor deve estar treinando seus poderes de Jedi.

Obtendo os planos da Estrela da MorteEditar

Blue Glass Arrow Artigo principal: Roubo dos planos da Estrela da Morte
"Algumas transmissões foram recebidas por essa nave por espiões rebeldes. Eu quero saber o que aconteceu com os planos que eles enviaram para você."
Darth Vader para Princesa Leia Organa[fonte]

Dezenove anos depois da formação do Império Galáctico, espiões da Aliança para Restauração da República souberam da construção da Estrela da Morte e conseguiram obter os planos da estação de batalha do Império e os transferiram para Princesa Leia Organa a bordo da Tantive IV.[1]

Plano para destruir a Estrela da MorteEditar

Missão secreta a TatooineEditar

Blue Glass Arrow Artigo principal: Missão secreta a Tatooine
Devastatortantiveiv

O Destróier Estelar Imperial Devastator persegue a Tantive IV.

Correndo com os planos em mãos em direção ao planeta desértico de Tatooine, Leia esperava contar com a ajuda do Mestre Jedi Obi-Wan Kenobi. Entretanto, Darth Vader conseguiu capturar a Tantive IV em uma batalha espacial acima do planeta. As forças de Vader conseguiram abordar a nave de Organa, forçando-a a esconder os planos da Estrela da Morte nos bancos de memórias de R2-D2, que, junto com o droide de protocolo C-3PO, usou um pod de escape para chegar a Tatooine, onde eles foram encontrados por Jawas e vendidos mais tarde para Owen Lars, tio de Luke Skywalker.[1]

Enquanto Skywalker limpava os droides recém-adquiridos, ele encontrou parte da mensagem de Leia em R2 e se interessou. Entretanto, R2-D2 estava operando sobre a programação de que ele era propriedade de Obi-Wan Kenobi e fugiu dali, à procura do Mestre Jedi. Depois de um encontro com Povo da Areia, Luke encontrou Kenobi. Uma vez abrigados dentro da toca de Obi-Wan, R2 tocou a mensagem inteira de Leia pedindo por sua ajuda. O grupo logo descobriu que stormtroopers imperiais acataram os Jawas que haviam vendido os droides para Luke e sua família em uma tentativa de recuperar os planos da estação bélica. Luke correu de volta à fazenda de umidade de seus tios, mas apenas para encontrá-los mortos pelos soldados imperiais. O garoto, então, acompanhou Obi-Wan até Mos Eisley, onde os dois negociaram com o Capitão Han Solo e seu companheiro, Chewbacca, por transporte para o grupo para Alderaan a bordo da Millennium Falcon. O Imperador Galáctico Palpatine usou esse conflito à seu favor para dissolver o Senado Imperial.[1]

Destruição de AlderaanEditar

Blue Glass Arrow Artigo principal: O Desastre
AlderaanCracking-GoM

Alderaan no momento de sua destruição.

Em custódia imperial, Organa foi então transferida para a Estrela da Morte onde ela foi interrogada e torturada por Vader para que ela revelasse a localização da base secreta da Aliança. Quando, apesar disso, ela resistiu e não revelou as informações secretas, Grão-Moff Wilhuff Tarkin decidiu força-la a falar de outra maneira: ameaçar destruir Alderaan, planeta natal de Leia. Com medo de perder seu mundo natal, mas sem desejar trair a Rebelião, Leia mentiu a Tarkin e declarou que a base da Aliança ficava no planeta de Dantooine.

Tarkin, confiante com essa vitória, continou com a operação de destruir Alderaan mesmo assim, afirmando que Dantooine era "muito remoto" para uma demonstração efetiva das capacidades da Estrela da Morte. Assim, Alderaan foi destruída com um único tiro da estação espacial, um disparo que matou bilhões e demonstrou até onde o Império iria para eliminar a Rebelião.[1]

Resgate da Princesa LeiaEditar

Blue Glass Arrow Artigo principal: Resgate da Princesa Leia

Depois da destruição de Alderaan, Tarkin enviou uma equipe para Dantooine para verificar se havia uma base rebelde ali. Enquanto isso, a Millennium Falcon chegava no sistema para descobrir que o planeta havia sido destruído. Com medo que eles fossem descobertos por um único caça estelar TIE/LN que passava, eles tentaram impedi-lo mas acabaram sendo aprisionados no raio trator da Estrela da Morte. Luke buscou resgatar Leia enquanto Kenobi foi sozinho desativar um dos vários geradores de raio trator da estação e confrontar Darth Vader.

Quando Tarkin descobriu que a base rebelde em Dantooine havia sido abandonada há tempos e que, portanto, Organa havia mentido, ele ordenou sua imediata execução. Mas antes que a ordem fosse executada, a princesa foi resgatada por Skywalker. Uma fuga do pequeno grupo rebelde começou pelos corredores da Estrela da Morte. Quando Luke, Han Solo, Chewbacca, C-3PO, R2-D2 e Leia finalmente chegaram ao hangar em que estava a Falcon, Luke presenciou os instantes finais do duelo entre Ben Kenobi e Darth Vader. No momento em que Kenobi avistou Luke, ele abaixou sua guarda e permitiu que Vader o acertasse e, com isso, se tornasse instantaneamente um com a Força. [1]

Aparições Editar

Aparições não-canônicasEditar

FontesEditar

Wiki Esta lista está incompleta. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-a.

Notas e referênciasEditar

  1. 1,0 1,1 1,2 1,3 1,4 Star Wars Episódio IV: Uma Nova Esperança
  2. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas SWCA_Liveblog

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.