FANDOM


Eras-canon-transp

Everi Chalis foi uma humana do sexo feminino que participou do Conselho Executivo Imperial e foi governadora de Haidoral Prime, tendo desertado para a Aliança pela Restauração da República após o ataque da Companhia do Crepúsculo no planeta. [1]

BiografiaEditar

InfânciaEditar

Everi nasceu em um planeta muito pobre junto com sua mãe, vivendo nas ruínas de uma antiga fábrica de papel destruída. Aos seis anos sua mãe tentou vendê-la à uma embarcação exploratória da Federação do Comércio, mas o capitão não aceitou devido à pouca idade. Quando alcançou a idade correta, Everi entrou na Academia Colonial se formando como artista, mesmo conseguindo sair do planeta, ela percebeu que não conseguiria melhorar durante a República Galáctica.

A serviço do ImpérioEditar

Após a ascenção do império, Everi foi descoberta pelo conde Denetrius Vidian que se tornou seu mentor, durante seu treinamento fez coisas terríveis como minar a atmosfera de um planeta habitado e cortar a garganta de um Moff. Ela foi ascendendo na hierarquia imperial até que, após a morte do Conde Vidian, tomou seu lugar no Conselho Executivo Imperial. Após a destruição da Estrela da Morte e o início da Ofensiva da Orla Média pela Aliança, Chalis foi enviada como governadora de Haidoral Prime. [1]

Deserção do ImpérioEditar

Em 3 DBY, Haidoral foi invadida pela Companhia do Crepúsculo durante a retirada da Orla Média e Chalis se rendeu ao esquadrão do sargento Namir. Junto com o comando do Crepúsculo, Chalis foi enviada para o planeta Hoth para que, junto com o alto comando a Aliança, pudesse montar planos para auxiliar na luta contra o Império. Pouco depois tropas imperiais desembarcaram no planeta, destruindo completamente a Base Echo e Chalis quase foi morta por Darth Vader. Após conseguir fugir do planeta junto com Namir, Chalis elaborou um plano junto com o comando do Crepúsculo para destruir os Estaleiros de Propulsores de Kuat, desabilitando, mesmo que temporariamente, a possibilidade do Império reduzir a sua capacidade de reparar e construir novas naves. [1]

Cerco de Inyusu TorEditar

Uma das etapas da operação foi o ataque à uma fabrica de mineração no planeta Sullust próximo à cidade de Pinyumb. O ataque à fabrica foi bem sucedido, mas a nave de suporte da Crepúsculo, Tormenta, foi derrubada pelos caças Caça estelar TIE/LN pertencentes ao Destróier Estelar Arauto, fazendo com que a Companhia ficasse presa na fabrica com o cerco imperial. Chalis conseguiu fugir da fabrica durante o ataque imperial e pegou uma nave de serviço na tentativa de fugir do planeta, mas a nave foi capturada pela Arauto. Após sua captura, Chalis possuía vinte bombas PEM dentro na nave e explodiu dentro da Arauto, essa bomba fez com que parte da energia da nave fosse desativada. Como a Arauto estava na atmosfera de Sullust, a nave começou a ser puxada para a superfície, fazendo com que a nave saísse do planeta para evitar uma colisão. Posteriormente Chalis fugiu da Arauto a procura de um lugar tranquilo para viver longe do Império. [1]

Aparições Editar

Notas e Referências Editar

Em outras línguas

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.