FANDOM


TFMR2reparos Esse artigo está sendo editado por Rafael Rossi.

Como cortesia, por favor não edite esse artigo enquanto essa
mensagem estiver aqui, para evitar conflitos de edição.
Se você quiser saber quem está trabalhando nesse artigo
e quando a seção de edição começou, consulte o histórico de edição e a página de discussão.

Eras-canon-transp

Everi Chalis foi uma humana do sexo feminino que participou do Conselho Executivo Imperial e foi governadora de Haidoral Prime, tendo desertado para a Aliança pela Restauração da República após o ataque da Companhia do Crepúsculo no planeta. [1]

BiografiaEditar

InfânciaEditar

Everi nasceu em um planeta muito pobre junto com sua mãe, vivendo nas ruínas de uma antiga fábrica de papel destruída. Aos seis anos sua mãe tentou vendê-la à uma embarcação exploratória da Federação do Comércio, mas o capitão não aceitou devido à pouca idade. Quando alcançou a idade correta, Everi entrou na Academia Colonial se formando como artista, mesmo conseguindo sair do planeta, ela percebeu que não conseguiria melhorar durante a República Galáctica.

A serviço do ImpérioEditar

Após a ascenção do império, Everi foi descoberta pelo conde Denetrius Vidian que se tornou seu mentor, durante seu treinamento fez coisas terríveis como minar a atmosfera de um planeta habitado e cortar a garganta de um Moff. Ela foi ascendendo na hierarquia imperial até que, após a morte do Conde Vidian, tomou seu lugar no Conselho Executivo Imperial. Após a destruição da Estrela da Morte e o início da Ofensiva da Orla Média pela Aliança, Chalis foi enviada como governadora de Haidoral Prime. [1]

Deserção do ImpérioEditar

Em 3 DBY, Haidoral foi invadida pela Companhia do Crepúsculo durante a retirada da Orla Média e Chalis se rendeu ao esquadrão do sargento Namir. Junto com o comando do Crepúsculo, Chalis foi enviada para o planeta Hoth para que, junto com o alto comando a Aliança, pudesse montar planos para auxiliar na luta contra o Império. Pouco depois tropas imperiais desembarcaram no planeta, destruindo completamente a Base Echo e Chalis quase foi morta por Darth Vader. Após conseguir fugir do planeta junto com Namir, Chalis elaborou um plano junto com o comando do Crepúsculo para destruir os Estaleiros de Propulsores de Kuat, desabilitando, mesmo que temporariamente, a possibilidade do Império reduzir a sua capacidade de reparar e construir novas naves. [1]

Cerco de Inyusu TorEditar

Uma das etapas da operação foi o ataque à uma fabrica de mineração no planeta Sullust próximo à cidade de Pinyumb. O ataque à fabrica foi bem sucedido, mas a nave de suporte da Crepúsculo, Tormenta, foi derrubada pelos caças Caça estelar TIE/LN pertencentes ao Destróier Estelar Arauto, fazendo com que a Companhia ficasse presa na fabrica com o cerco imperial. Chalis conseguiu fugir da fabrica durante o ataque imperial e pegou uma nave de serviço na tentativa de fugir do planeta, mas a nave foi capturada pela Arauto. Após sua captura, Chalis possuía vinte bombas PEM dentro na nave e explodiu dentro da Arauto, essa bomba fez com que parte da energia da nave fosse desativada. Como a Arauto estava na atmosfera de Sullust, a nave começou a ser puxada para a superfície, fazendo com que a nave saísse do planeta para evitar uma colisão. Posteriormente Chalis fugiu da Arauto a procura de um lugar tranquilo para viver longe do Império. [1]

Aparições Editar

Notas e Referências Editar

Em outras línguas

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.