FANDOM


Clique aqui para ir ao artigo da Star Wars Wiki sobre a versão Cânon desta página.

Este artigo detalha um assunto sob a marca Legends.

Este artigo é sobre a espécie. Você pode estar procurando o planeta.

Os Duros, também chamados Durosianos[2], eram uma espécie humanóide nativa do planeta Duro que estava entre as primeiras civilizações exploradoras do espaço na galáxia.[3]

Seu planeta natal estava localizado em ambas a Espinha Comercial Corelliana e ao fim do Corredor Espacial Duros, duas grandes rotas hiperespaciais que ligavam Duro com outros centros comerciais importantes.

Biologia e aparênciaEditar

Os Duros eram humanoides uma suave pele azul esverdeada, olhos vermelhos, boca sem lábios, de rosto longo afilado sem nariz e de sangue verde.[4] Os órgãos olfatórios ficam abaixo de seus olhos. Macho e fêmea, são carecas, mas mesmo assim era fácil distinguir ambos os gêneros. Seus grandes olhos vermelhos tem pupilas finas como uma fenda. As fêmeas Duros punham ovos por serem descendentes de antigos répteis, e como os Neimoidianos, eles nasciam em um estágio de larva, mas ao contrario dos seus primos que deixavam o crescimento de suas proles sob a tutela do estado, os Duros tomavam conta de seus filhos desde o nascimento.[5]

SociedadeEditar

Geralmente taciturnos, os Duros apreciavam contar historias sobre suas viagens. Já foi dito que os Duros tinham memoria fotográfica quando vinham contar suas historias e contos.[6] Muitos Duros eram pilotos, exploradores, aventureiros e por vezes imprudentes demais. Como uma das primeiras culturas a desenvolver hiperpropulsores e espaçonaves (Alguns até acreditavam que eles tinham sido os primeiros), foram responsáveis por traçar as mais antigas rotas Hiperespaciais e que ainda eram utilizadas durante a era Imperial. Mesmo em períodos posteriores da historia galáctica os Duros eram conhecidos por suas habilidades superiores em astro-navegação. Sua afinidade por viagens levava a muitos Duros a preferir o titulo honorifico de "Viajante" a despeito das escolhas de suas ocupações e profissões, e chama-los assim era considerado de boa etiqueta.[6] A linguagem dos Duros era o Durês, que era uma espécie de língua franca entre os espaçadores.[7]

Duros1.jpg

Ohwun De Maal e Chachi De Maal na Cantina de Chalmun em Tatooine.

O Planeta natal da espécie era primariamente desabitado devido a poluição massiva que tomou conta do mundo com o passar do tempo. Em vez disso, ele foi coberto por fazendas automatizadas para produção de comida. Os Duros viviam em vinte cidades orbitando o espaço sobre o planeta.[fonte?]

Os Duros também estabeleceram uma grande industria de construção de espaçonaves no sistema Duro que chegava a rivalizar com o que existia no Sistema Corelliano. Os Duros ajustaram seu governo em torno dos consórcios formados pelas corporações de construção de espoçonaves, onde toda as decisões politicamente importantes eram tomadas pelos acionistas das corporações. Onde era correto afirmar que qualquer Duros que tivesse ações de uma companhia poderia participar na administração do sistema.[8]

Os Duros eram também uma das raças fundadoras da República Galáctica. Anos antes da formação da República, os Duros colonizaram o planeta Neimoidia, dando origem a uma geneticamente distinta "nova versão" de Duros, os Neimoidianos. Os Neimoidianos retinham muitas similaridades com seus primos os Duros incluindo a forma básica, as faces sem nariz e pele verde (apesar de os Neimoidianos tenderem a ser mais cincentos). porem, em contraste ao seus ancestrais, os Neimoidianos possuem pupilas fendidas horizontalmente, testa rugosa e bocas perpetuamente franzidas para baixo, em adição, os Neimoidianos tendem a ser covardes, ganancioso e temerosos da morte, enquanto um Duro tipico era aventureiro, gregários e pacíficos, e não era supresa alguma de que um dos maiores insultos que poderiam ser feitos a um duro era chamar ele de Neimoidiano.[5] Por volta do periodo de ascenção da Nova República, os Duros eram mais amigáveis para com os Neimoidianos, e respeitavam suas habilidades para fazer negócios.[9]

Após o nascimento de um jovem Duro, ele era criado pelos membros da familia. Isso era mais uma coisa que os diferenciavam dos Neimoidianos,que não tinham o menor carinho para com os seus filhotes.[5]

A Tradição de empréstimos de Duro era seguida pelos Duros quando pediam empréstimos a instituições Durosianas de créditos. Em caso de falha no comprimento de qualquer termo do contrato se tornaria uma severa estigma social ao devedor.[10]

HistóriaEditar

294px-Cad Bane cover.png

Cad Bane, Um notório caçador de recompensas durante as Guerras Clônicas

"Nos temos uma orgulhosa e rica história com muitos monumentos e tesouros arquelógicos da era dourada de Duro. Quase todas as crianças em idade escolar de todos os planetas civilizados aprendem sobre nossa historia antiga—Que tempo glorioso quando meu povo era governado pela rainha Rana, nossa sábia legisladora."
Dustini Spa Ronii[fonte]

Os Duros se originaram no planeta Duro muito antes da aurora da República Galáctica. Em 100.000 ABY, Duro foi pesquisado pelos Columis, que não ficaram nada impressionados. Mais tarde, Duro foi conquistado pelos Rakatas do Império Infinito e os habitantes nativos foram escravizados. Os escravos Duros foram usados para criar a Forja Estelar em 30.000 ABY. contudo, eles toleraram seus senhores cruéis, já que isso era uma ocasião para que os sempre curiosos Duros aprendessem sobre a tecnologia interestelar[3].

Seguindo a praga que em 25.200 ABY matou apenas os Rakatas, Os Duros se rebelaram e sobrepujaram seus mestres Rakatas. Os Duros então formaram uma monarquia hereditária.[11] Após a queda do Império infinito, eles rapidamente fizeram engenharia reversa dos motores abandonados pelos Rakatas, e inventaram o canhão hiperespacial independente dos Corellianos.

Em uma era precoce, os Duros ficaram interessados na exploração e aventura fora de seu mundo natal para explorar a galáxia e com a sua tecnologia interestelar foi possível ligar Duro a Coruscant, Corellia, e outros Mundos do Núcleo; com os Corellianos eles construiram o primeiro braço da Espinha Comercial Corelliana e com a invenção do hiperpropulsor, o planeta entrou em uma era dourada como Fundador do Núcleo em 25.053 ABY sob a regência da Rainha Rana Mas Trehalt. os Duros também construíram enormes estaleiros e docas espaciais na orbita do planeta Duro. A monarquia foi eventualmente abolida em favor das regras impostas pelas corporações.

Os Duros colonizaram Neimoidia durante suas primeiras ondas de expansão, todavia os Neimoidianos foram considerados uma cultura separada em 15.000 ABY. Os Duros também descobriram Sneeve na Era Kymoodon, Adner em 5.000 ABY, e Koboth antes de 219 ABY.

Em 3.962 ABY, o planeta Duro chegou a ponto de se quase se tornar total lixão durante as Guerras Mandalorianas, Quando os Mandalorianos enviaram uma frota avançada de invasão as regiões das Colônias e do Núcleo, destruindo muitos mundos usando milhares de droides de Guerra Basilisks. Anos de miséria e reconstrução se seguiram ao povo dos Duros, meramente uma ultima fase de uma longa série Guerras Sith. Em 1.003 ABY, durante as Novas Guerras Sith, uma colonia inteira de Duros em Harpori foi destruida por Kaox Krul.

355px-Brute TotG.jpg

Um brutamontes Duro

Em 220 ABY, durante a Era industrial Duro, a cidade mineiradora de Tayana alcança seu ápice. em 200 ABY, a Represa Tiercam foi construida. Os Duros também instalaram enormes fabricas processadoras de alimentos que acabaram poluindo ainda mais a atmosfera de Duro, e forçando a realocação de toda a população para 20 cidades que orbitam todo o seu sistema natal.

Em 20 ABY, durante as Guerras Clônicas, a Confederação de Sistemas Independentes lançou a Operação Lança do Durge, uma grande e coordenada campanha que levou a captura de Duro. O rápido sucesso da campanha gerou ondas de choque por toda a República Galática, e até mesmo a neutra Corellia começou a fortalecer suas defesas.

Após as Guerras Clônicas, o Império Galáctico coletou quase todos os recursos naturais de Duro que restaram, e forçou muitos Duros a deixarem o planeta. Em uma tentativa de elevar o conflito entre Duro e Corellia, o Império declarou que Duro fazia parte do Setor Corelliano.

Em 5 DBY, O prisioneiro Triclops foi levado para Duro pelo Grande Moff Bertroff Hissa. Porém, Triclops escapou e salvou seu filho Ken de Hissa. Enquanto a Nova República conduzia uma operação para salvar arqueologistas Duros do Vale da Realeza, o vale foi inundado com lixo tóxico quando a represa Tiercam ruiu.

A Nova República eventualmente liberou o planeta, e pôs de volta a identificação do paneta no Setor Duro. Times de purificação de ecossistemas limparam o a atmosfera do planeta o melhor que puderam. E em 10 ABY, Duro foi retomado pelo Império durante a Operação Mão Sombria.[12] Porem, foi novamente liberado pela Nova República.

Em 13 DBY, a CorDuro Transportes tomou o controle da Estaleiros Pri-Andylan.[13] Em 25 DBY, a Jedi Tresina Lobi e Thrynni Vae descobriram que a CorDuro Transportes tinha laços com a Brigada da Paz, resultando no assassinato de Thrynni pela brigada.[14]

Em 26 DBY, A Nova República tentou fazer de Duro um local habitável para assentar refugiados, apesar de seus esforços a iniciativa foi sabotada por Nom Anor um agente dos Yuuzhan Vongs.[14] Os Yuuzhan Vong conquistaram Duro e conduziram uma reversão de séculos de poluição em apenas dois anos, e mais tarde o planeta foi liberado pela Federação Galáctica das Alianças Livres e os Duros retornaram a Duro, que se tornou um planeta de natureza exuberante após o fim da Guerra Yuuzhan Vong.

BastidoresEditar

Em Missão ao Monte Yoda, fêmeas Duros eram descritas com longos rabos de cavalos,a despeito de outras fontes clamarem que ambos os gêneros eram carecas.

ApariçõesEditar

Aparições não canonicasEditar

FontesEditar


Chewbacca.jpg Este artigo é um esboço de uma raça ou espécie. Você pode ajudar o Star Wars Wiki expandindo-o.

Notas e referênciasEditar

  1. SWTOR mini.png Star Wars: The Old Republic—Imperial Agent Missão: "The Slave's Secret" em Dromund Kaas
  2. Children of the Jedi
  3. 3,0 3,1 The Essential Atlas
  4. TCW mini logo.jpg Star Wars: The Clone Wars – "Children of the Force" prévia na Cartoon Network
  5. 5,0 5,1 5,2 The Essential Guide to Alien Species
  6. 6,0 6,1 A Armadilha do Paraíso
  7. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Ultimate_Alien_Anthology
  8. Erro de citação: Marca <ref> inválida; não foi fornecido texto para as refs chamadas Galaxy_Guide_4
  9. The New Essential Guide to Alien Species
  10. Stock Ships
  11. The New Essential Chronology
  12. Dark Empire II
  13. Making a Full Recovery
  14. 14,0 14,1 Balance Point

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória