FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

A Confederação de Sistemas Independentes (CSI), também conhecida como Aliança Separatista, Estado Separatista ou simplesmente Separatistas, foi uma confederação de planetas secessionistas que declaram sua independência da República Galáctica com a Crise de Naboo, o que resultou em crise e maciço fortalecimento militar com o apoio secreto de algumas mega-corporações galácticas, como a Federação de Comércio, a Aliança Corporativa, o Clã Bancário InterGaláctico, a Guilda de Comércio e a União Tecnológica. Conde Dookan era o líder público da CSI, porém secretamente Darth Sidious, publicamente Supremo Chanceler Sheev Palpatine, era quem comandava a liderança Separatista. O corpo legislativo da Confederação era o Parlamento Separatista. A Confederação de Sistemas Independentes dissolveu-se oficialmente em 19 ABY, quando Darth Vader foi ao planeta de Mustafar e matou todos os membros do Conselho Separatista, consequentemente resultando no fim das Guerras Clônicas. Após o término da guerra, porém, vários Redutos Separatistas instalaram-se em esparsos locais da galáxia com a finalidade de preservar os ideias da CSI e combater o surgimento do recém-formado Império Galáctico. O movimento Confederado baseava-se nos ideais de autonomia para planetas excluídos do poder de decisão de situações importantes na galáxia, muitas vezes por serem considerados descartáveis pela República Galáctica, como no caso de planetas localizados nos Territórios da Orla Exterior. A causa Separatista buscava a igualdade de relevância entre sistemas e um governo sem a corrupção que assolava a República havia anos.

Eras-canon Este artigo é um esboço canônico. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.

ApariçõesEditar

FontesEditar

Em outras línguas