FANDOM


Eras-canon-transp

30px-FeaturedIcon

"Você o líder da resistência, uma pessoa importante para impedir os planos da Primeira Ordem. Você é o símbolo da Resistência e uma inspiração para todos os soldados que seguem nossa causa e que fazem seus serviços em tempos difícieis."
―PZ-4CO, para a General Leia Organa[fonte]

A Resistência era um organização militar ativa em toda a galáxia cerca de 30 anos depois da Batalha de Endor. A Resistência, comandada pela General Leia Organa, serviu para impedir as atividades da Primeira Ordem, uma junta militar que carregou o legado do Império Galáctico.

DescriçãoEditar

A Resistência era um grupo de soldados e pilotos que serviram na luta contra a Primeira Ordem nos anos subsequentes da Batalha de Endor. A Resistência era liderada pela General Leia Organa, que havia sido vital na restauração da Nova República durante a Guerra Civil Galáctica.[1] Os esquadrões na resistência incluíam o Esquadrão Azul, onde Jessika Pava voou como Azul Três[5], o Comandante Poe Demeron voou como Líder Negro[6], outros membros da Resistência incluíam o Major Caluan Ematt[1] e os droides C-3PO, R2-D2,[5] e PZ-4CO.[1].

Como símbolo de sua luta contra a Primeira Ordem, a resitência adotou o Starbird da Aliança Rebelde[1][7], o símbolo serviu como adorno de capacete dos pilotos de caça da Resistência,[5] que utilizavam Caças T-70 X-wings em combate.[8].

HistóriaEditar

"Estamos na beira da guerra novamente—um de nós não irá sobreviver."
―General Leia Organa[fonte]

A Resistência tornou-se ativa depois da Batalha de Endor,[1] na qual a Aliança Rebelde triunfou sobre o Império Galáctico.[9] Algumas décadas depois da derrota do Império, a Primeira Ordem emergiu como herdeiros do legado do Império, e a Resistência serviu para impedir os planos da Primeira Ordem para a galáxia. Como líder da Resistência, Organa virou um símbolo da causa do grupo e uma inspiração para aqueles que seguem-o.

JakkuEditar

Blue Glass Arrow Artigo principal: Batalha de Jakku
Jakku, B

Um destróier imperial em Jakku depois da batalha com a Nova República em seus desertos.

A Nova República triunfou sobre o Império décadas antes da Resistência ser criada no planeta Jakku.[10] Depois da queda ao lado sombrio da Força de um de seus aprendizes e do subsequente massacre do resto de seus alunos, o herói da Rebelião Luke Skywalker desapareceu, e tanto a Resistência quanto a Primeira Ordem priorizaram a busca pelo último Mestre Jedi. A Resistência localizou um dos fragmentos de um mapa que levava a Luke em Jakku, na posse de um antigo aliado, Lor San Tekka. Poe Dameron, o melhor piloto da Resistência, foi enviado para recuperar os dados, mas a Primeira Ordem atacou pouco depois de sua chegada e ele deixou o mapa com seu droide BB-8, sendo capturado após a batalha que se seguiu e levado para o Finalizer. Com a ajuda de um stormtrooper que abandonou a Primera Ordem, Poe escapa e os dois voltam para Jakku para encontrar o droide. Eles se separam na queda e Poe retorna para a base da Resistência, enquanto Finn encontra BB-8 com a catadora de lixo Rey. Com a ajuda de Han Solo e Chewbacca, eles escapam para levar o mapa para a Resistência.

Jornada para TakodanaEditar

Blue Glass Arrow Artigo principal: Batalha de Takodana

Depois de uma confusão angustiante com algumas gangues rivais de Solo, a Falcon e seus passageiros viajaram para Takodana, onde Finn conheceu a pirata e o lugar de Maz Kanata. No castelo de Maz Kanata, Finn foi convidado a se juntar à Resistência em sua luta contra a Primeira Ordem, mas Finn inicialmente recusou, acreditando que a Primeira Ordem era muito mais poderosa. Ele planejava ir embora com Capitão pirata Sidon Ithano, mas antes que pudesse, a Primeira Ordem atacou o lugar, tendo sido alertado para a presença BB-8, assim como a Resistência. Maz Kanata deu a Finn o sabre de luz que pertenceu aos Cavaleiros Jedi Anakin Skywalker e Luke Skywalker, com instruções para entregar-lhe a Rey. A Resistência chegou e uma batalha se iniciou.

Finn empunhou o sabre de luz durante a batalha, matando pelo menos um stormtrooper, e lutou em um duelo com um stormtrooper brandindo um bastão de controle de multidão Z6. Ele foi incapaz de derrotar o stormtrooper, que foi baleado por Han Solo com a balestra de Chewbacca. Finn, Solo, Chewbacca e foram capturados, mas fizeram uma fuga quando a Resistência contra-atacou. Finn testemunhou Kylo Ren levando Rey, mas pouco podia fazer para ajudá-la.

Ataque à Base StarkillerEditar

Blue Glass Arrow Artigo principal: Batalha da Base Starkiller

Finn viajou com Solo, Chewbacca, e BB-8 para a base da Resistência em D'Qar, onde se reuniu com Poe Dameron, que sobreviveu ao acidente em Jakku. Finn estava presente durante a reunião para discutir o ataque à Base Starkiller, e seu conhecimento da super-arma foi inestimável no planejamento do ataque. Ele se ofereceu para ir com Solo e Chewbacca para destruir um gerador de escudo no regulador térmico do planeta, mas estava mais interessado em resgatar Rey.

Depois de uma aterrissagem forçada no planeta, Finn revelou a Han e Chewie que ele costumava trabalhar em saneamento na Base Starkiller. Na base, os três encontraram Rey, que havia escapado sozinha. Rey e Finn passaram a colocar bombas em parte do gerador de escudo, e testemunhou Han Solo enfrentar Kylo Ren, que foi revelado que ele era o filho de Han Solo chamado Ben. Depois de testemunhar Kylo assassinando seu pai, Rey e Finn tentaram escapar, mas foram recebidos com Kylo novamente na floresta. Rey tentou usar o blaster contra Kylo, ​​mas ele lançou Rey com um empurrão da Força e jogou-a para longe. Finn, enfurecido, ligou o sabre de luz e entrou em um duelo contra Kylo Ren. Finn brevemente se defendeu, mesmo sem ter nenhum treinamento com um sabre de luz, e Finn ainda conseguiu infligir uma ferida no ombro de Kylo. Mas no final, Finn levou uma ferida em seu ombro e em toda as suas costas. Depois de Finn ser desarmado, lançado para longe e ferido gravemente, Rey acordou, pegou o sabre de luz e derrotou Kylo. Finn foi levado pela Rey para a Millennium Falcon, que foi pilotada por Chewbacca, e ficou em tratamento intensivo na base Resistência enquanto sob um coma. Rey desejou-lhe um sentimento de adeus antes de sair para encontrar Luke Skywalker.

Nos bastidoresEditar

A Resistência foi criada para o filme de 2015 Star Wars Episódio VII: O Despertar da Força. Seu nome foi revelado na Celebration Anaheim em Abril de 2015[11] e revelou os prólogos e epílogos da Jornada para O Despertar da Força e os romances infanto-juvenis Alvo em Movimento: Uma Aventura da Princesa Leia[1] e A Arma de um Jedi: Uma Aventura de Luke Skywalker.[5]

ApariçõesEditar

FontesEditar

ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória