Fandom

Star Wars Wiki em Português

Cânon:Poe Dameron

5 884 páginas
nesta wiki
Adicione uma página
Falar0 Compartilhar

Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

"Eu posso voar em qualquer coisa"
―Poe Dameron[fonte]

Poe Dameron foi um Humano que serviu como comandante tanto para a Nova República quanto para a Resistência e como um piloto aproximadamente trinta anos depois da Batalha de Endor. Como um líder na luta da Resistência contra a Primeira Ordem e um membro da Esquadrão Negra, ele pilotou seu caça customizado Negro Um sobre o indicativo de Líder Negro enquanto comandava a esquadrão de caças T-70 X-wing na companhia de seu fiel droide astromecânico, BB-8.

Como o conflito emergente com a Primeira Ordem cresce desesperadamente, Dameron foi enviado para encontrar Lor San Tekka em Jakku, que tinha parte de um mapa para localizar o irmão de Organa, o Mestre Jedi Luke Skywalker. Dameron confiou em colocar o mapa em seu droide astromecânico, BB-8, e foi capturado pela Primeira Ordem. Ele espacou com a ajuda de um stormtrooper desertor, FN-2187—o qual Dameron o apelidou de Finn—e retornou para a Base Resistência em D'Qar depois de cair um com Caça TIE roubado em Jakku. Ele ajudou Finn, Rey, Han Solo, e Chewbacca com suporte aéreo duranta a Batalha em Takodana, e ele posteriormente voou para a batalha para destruir a superarma conhecida como Base Starkiller. Durante a batalha, depois da base ser danificada Solo, Finn, Rey, e Chewbacca, Dameron atirou o tiro que destruiu a arma Starkiller, salvando a Resistência da destruição.

BiografiaEditar

InfânciaEditar

"Pessoas se feriram. Pessoas sofreram. Seu pai e eu não podíamos ficar parados e sem fazer nada."
―Shara Bey, para Poe Dameron, sobre o seu serviço militar[fonte]

Nascido dois anos antes da Batalha de Endor,[2] Poe Dameron era filho de Shara Bey e Kes Dameron, que tanto serviu a Aliança para Restauração da República na luta contra o Império Galáctico durante o Guerra Civil Galáctica.[6] Como uma criança, Dameron mal viu seus pais, devido a operações contínuas contra os Imperiais seguintes do Batalha de Endor,[1] enquanto sua mãe trabalhava como piloto Rebelde para a Aliança Esquadrão Verde e seu pai era um membro da Desbravadores,[7] e assim foi deixado aos cuidados de sua avô materno.[6] Seis meses depois da Batalha de Endor,[4] após os remanescentes imperiais apresentarem a Operação: Cinder, os pais de Dameron deixaram o serviço Rebelde para se reunirem com ele, morar em Yavin 4 e construir uma casa-perto de onde eles plantaram um árvore sensitiva à Força, um presente do Cavaleiro Jedi Luke Skywalker.[1]

Quando Poe tinha seis anos,[2] ele começou a aprender a voar usando um velho A-wing interceptor RZ-1 de sua mãe, que fazia parte do pacote de remuneração de sua mãe quando ela reuniu-se fora da Rebelião. Ela levaria Dameron em cima dele, e ele se sentava no colo, aprendendo a controlar a nave dela. A tragédia atingiu a família quando sua mãe inesperadamente morreu; na época, Dameron tinha apenas oito anos de idade.[4]

Nova RepúblicaEditar

Eventualmente, Dameron virou um piloto e se juntou à Frota da Nova República. Ao entrar serviço com a Nova República, ele começou a aprender o verdadeiro alcance de heroísmo de sua mãe, e ele mesmo subiu na hierarquia, tornando-se um Comandante para o Nova República. Comando dado de Esquadrão Florete, um grupo de X-wings, Dameron também se reuniu com o esférico droide astromecânico BB-8, que viria para ajudá-lo durante seus vôos como Líder Florete.[4]

Seu esquadrão estava estacionado em Mirrin Prime na Base de Dados da República em Mirrin Prime|Base da República, com o major Lonno Deso, com quem ele costumava ter discussões sobre a Primeira Ordem, ciente da ameaça que representavam a margem de manobra e que foram dadas pela República. Na época, Dameron e seu esquadrão haviam sido mobilizados para patrulhar rotas comerciais no Setor Mirrin e proteger as naves da pirataria.[4]

O Yissira ZydeEditar

Depois de quatro semanas de inatividade, o Escâner de Dameron pegou um chamada de socorro a partir do Yissira Zyde. Uma vez BB-8 identificou a sua localização exata acima de Suraż 4, Dameron e seus companheiros Floretes- Kare Kun, Iolo Arana e Muran - fizarem um salto na Velocidade da luz, esperando encontrar o Zyde sob ataque de piratas. No entanto, eles encontraram o cargueiro cercado por oito caças TIE da Primeira Ordem, que procedeu a atacar-los. Dividindo-os em dois elementos, Dameron e Kun atacou os caças, enquanto Arana e Muran rompia o que estava a atacar o Zyde . Durante o combate Dameron abateu cinco naves inimigas, e Kun abateu os outros três, e o esquadrão perdeu Muran.[4]

Depois, Dameron tentou convencer Desso a entrar em contato com a resistência ou investigar o ataque, mas como o Comando da República tinha ordens para não tomar medidas contra a Primeira Ordem, o pedido de Dameron foi negado. Enviados em uma patrulha, mais uma vez, ele se separou de Kun e Arana para fazer uma missão de reconhecimento da trajetória do Hiperespaço do Zyde sozinho com o BB-8. Juntos, eles fizeram com que a OR-Kappa-2722, onde eles encontraram um ponto da Primeira Ordem e Dameron foi forçado a a engajar e evitar duas dezenas de caças TIE dúzia ao lado de BB- 8 enquanto ele localizou o Transportador de ID do Yissira Zyde a bordo de um dos Destróier Estelar. Quando eles estavam prontos para sair, Dameron fez uma "Levante L'ullo" e conseguiu fugir de volta para Mirrin Prime}. Após seu retorno ao planeta, Dameron conheceu o major Caluan Ematt e foi então levado a entrar em uma sala de reuniões sozinho para se conhecer com a General Leia Organa e dizer-lhe tudo sobre o Yissira Zyde.[4]

Conflito Primeira Ordem-ResistênciaEditar

"Eu sou um oficial da república, General. Fiz um juramento para proteger a República, para—"
"Não, você entendeu mal. Eu gosto. Foi sua imprudência, como eu disse, foi tolo. Mas poderíamos usar alguma imprudência nos dias de hoje, e tolice e paixão muitas vezes são confundidas, e paixão é algo que precisamos desesperadamente."
―Poe Dameron e Leia Organa[fonte]

Após terminar a sua parte na briga na OR-Kappa-2722, Organa percebeu que Dameron lembrou de seu irmão, sendo apaixonado e dedicado a fazer o que era certo, bem como um piloto excelente, e ofereceu-lhe a oportunidade de se juntar à Resistência. Dameron imediatamente aceitou, assim como Kun e Arana. Mantendo a patente de comandante e agora no comando de seu próprio caça wing, Dameron foi transferido para o Eco of Esperança, e nos próximos meses, ele se esforçou no recrutamento para encontrar pilotos adicionais, missões de prospecção preliminar, reconhecimento de longo alcance, e em busca de sinais de movimento e posições da primeira ordem.[4]

Em seu serviço para a Resistência, que entra num conflito contra a Primeira Ordem, Dameron se tornou um dos agentes mais confiáveis de Organa, bem como um líder dos Corpos Estelares.[8] Logo, ele ascendeu rapidamente através das patentes dos corpos por causa da escassez de pessoal e tinha ganhado o grau de comandante de ambos esquadrões vermelho e azul, voando sob o indicativo de chamada de líder negro, por ter pintado seu Caça T-70 X-wing Preto Um,[9] na companhia de seu droide BB-8.[10]

Operação: Golpe de SabreEditar

"Capitão Kun é um exímio piloto, sem questionar, assim como a Capitã Arana, . But it's a rare pilot who engages one frigate and two Star Destroyers and lives to tell the tale."
―Leia Organa to Poe Dameron[fonte]

Eventualmente, Dameron foi recrutado por Organa para Operação: Sabre Strike para roubar o Computador do Hevurion Grace que continha dados do simpatizante da Primeira Ordem e senador Erudo Ro-Kiintor. Dameron, por sua vez, recrutou Kun e Arana e adquiriu três Z-95 Headhunters para a operação. Foi forçado a deixar BB-8 para trás, Dameron e sua equipe foram para o sistema Uvoss e aguardaram a nave de luxo pinnacle chegar. Quando ela chegou, Kun e Arana desarmaram e escoltaram a nave como o planejado, enquanto Dameron usava uma Roupa EVA a bordo do navio de Ro-Kiintor e reclamou-o para os Irving Boys para cobrir sua verdadeira lealdade, forçando o senador, o piloto e o servo ir para o pod de fuga.[4]


Dameron, em seguida, fez o cockpit da nave e trabalhou em reiniciar os motores quando aparecerem naves da Primeira Ordem. Apesar de envolver um fragata e Destróiers de duas estrelas, Dameron, Kun e Aranda conseguiram escapar e pousar suas respectivas naves a bordo do Eco da Esperança. A General Organa, em seguida, reuniu-se com Dameron e enviou C-3PO para obter tudo o que podia dos Computador de navegação. Na manhã seguinte Dameron confidenciou Organa que ele estava irritado e preocupado com sua situação, sua crença inabalável na República, mas também a falta de esperança que seus pais lhe dissera sobre antes durante a Era do Império. Organa, em seguida, resolveu encontrar Lor San Tekka, a quem a Primeira Ordem estava tentando localizar de acordo com as suas conclusões no Heurion Grace, e quem Organa acreditava ter uma pista para a localização do seu irmão. [4]

Jakku Editar

"A Resistência... não será intimidada por você."
―Poe Dameron para Kylo Ren[fonte]
PoeDameron2-Fathead.png

Dameron após a queda do Caça TIE em Jakku

A pedido de Organa, Dameron e BB-8 foram para Tuanul em Jakku para recuperar um mapa para localização de Lor San Tekka de Skywalker, mas durante a reunião, stormtroopers sob o comando de Kylo Reneles realizaram um ataque da aldeia. Alertado pelo BB-8 da sua chegada, Dameron e o droide tentaram fugir em seu Caça X-wing, mas um par de stormtroopers desativaram os motores. Sem alternativa, Dameron deu o mapa para BB-8 e ordenou o astromecânico fugir, enquanto ele ficou para trás para cobrir a fuga de BB-8. Depois de assistir o confronto entre Tekka e Ren, Dameron tentou dar um tiro em Ren, mas ele segurou o tiro do seu blaster no ar com a Força. Dameron foi posteriormente preso, enquanto o resto dos moradores foram abatidos..[3]


Feito prisioneiro abordo do Destróier Resurgente Finalizer, Dameron resistiu as interrogações, até que Ren usou a força a seu favor, no qual eventualmente Dameron entregou BB-8. Deixado para trás por Ren, um stormtrooper renegado nomeado FN-2187 ajudou à Dameron escapar. Juntos, eles roubaram um Superioridade espacial de Caças TIE/po de uma hangar, com FN-2187 equipando as armas enquanto Dameron pilotava o caça, e conseguiu desativar os turbolasers do Finalizer. Após um desentendimento-enquanto FN-2187 queria fugir do sistema, Dameron tentou retornar para Jakku para recuperar BB-8 e o mapa-, e seu caça TIE foi abatido sobre as ordens de Hux, a explosão jogou Dameron para "fora".[3]

Aonde FN-2187, apelidado de "Finn", Dameron, ejetou do TIE pouco antes de ele caiu na superfície do planeta,[3] Dameron recuperou a sua consciência apenas a tempo para deixar a aeronave mais ou menos intacta, e saiu da cabine antes que algo explodisse, deixando sua jaqueta para trás. Sofrendo de uma concussão e um breve período de perda de memória, ele afastou-se do acidente. Quando ele acordou depois de um desmaio, Dameron se viu sozinho e partiu para encontrar uma nave e entrar em contato com a Resistência, certo de que ele seria capaz de reunir-se com BB-8 com a sua ajuda. Durante sua jornada, ele encontrou um nativo Jakku, o Blarina Naka Iit, a quem Dameron conseguiu impressionar tanto com sua audácia e suas habilidades de pilotagem, de tal forma que ele concordou em colocar Dameron em uma nave na Cidade Blowback que iria levá-lo de volta para a resistência.[11]

TakodanaEditar

"Vá em direção à eles. Não deixe eles te assustarem."
―Poe Dameron[fonte]

Seguindo a destruição do Sistema Hosnian, Dameron foi implantado para levar um esquadrão de caças da resistência X-Wing para recuar a Primeira Ordem Batalha em Takodana|do ataque Castelo de Maz Kanata em Takodana.[3] Dameron, pilotando o Negro Um, mergulhou em um nível perigosamente baixo, atacando a nível baixo, e afastou os caças estacionados, aglomerados de soldados, e veículos de apoio, disparando várias vezes sem perder uma única explosão de energia.[11] A batalha terminou prematuramente quando Ren ordenou que suas tropas recuar uma vez que ele havia capturado Rey, a catadora de lixo que tinha visto o mapa para a localização de Skywalker.[3]

Depois de voltar ao quartel-general da Resistência em D'Qar, Dameron se reuniu com BB-8 e Finn, que se ofereceu para devolver o casaco. Dameron recusou, afirmando que sua jaqueta ficava mais adequada em Finn. Posteriormente, o ex-soldado solicitou à ajuda de Dameron para resgatar sua amiga Rey, pedindo Dameron para levá-lo para falar com a General Organa. Juntos, eles foram para a sala de conferência, onde Finn revelou o que sabia da superarma da Primeira Ordem, a Base Starkiller. Depois de um voo de reconhecimento feito pelo capitão Temmin "Snap" Wexley, o comando Resistência fez os planos para atacar a base, atribuindo Dameron para liderar o ataque de caças ao oscilador térmico.[3]

Batalha da Base StarkillerEditar

"Tudo bem, vamos explodir tudo! Vermelho 4, Vermelho 6, deem-me cobertura, o resto de vocês acertem o alvo com vontade com tudo que tiverem!"
―Poe Dameron durante o ataque na Base Starkiller Base[fonte]

Ao receber aviso de que a Millennium Falcon aterrizou na Base Starkiller, Organa deu uma ordem para enviar X-Wings. Dameron, na liderança, estava a bordo Negro Um e acompanhado pelo BB-8, mais uma vez, e partiu D'Qar ao longo de seus colegas pilotos.[11] Uma vez que Finn, Han Solo e Chewbacca derrubaram o oscilado térmico do escudo, Dameron foi autorizado à atacar, e sua equipe saiu da velocidade da luz.[3] Ordenando seus companheiros pilotos para acertar o alvo tantas vezes quanto possível, meso com tentativas, ele próprio deixou o seu X-wing perder seu completo conjunto de armamento,[11] mas eles quase não danificaram o edifício antes de uma série de caças que foi enviada para destruir os esquadrões de X-Wings, bem como eles implantaram rastreadores.[3]

Poe blowing up Starkiller Base.png

Dameron sobrevoa o planeta em destruição após ele ter destruído o oscilador térmico.

Personalidade e traçosEditar

Death-star-2.jpg Esse artigo está em construção.

O autor deve estar treinando seus poderes de Jedi.

ApariçõesEditar

Aparições não-canônicasEditar

FontesEditar

Notas e ReferênciasEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no Fandom

Wiki aleatória