FANDOM


Eras-canon-transp

Eras-legends2

Lando Calrissian foi um humano contrabandista, apostador, e jogador de baralho que se tornou Barão Administrador da Cidade das Nuvens e, posteriormente, um general na Aliança Rebelde. Ele foi o dono da Millennium Falcon antes de perdê-la para Han Solo em um jogo de sabacc. Depois de perder a Falcon, Calrissian encerrou seus dias de contrabandista e se tornou um empreendedor, montando pequenas operações de mineração no planeta Lothal e eventualmente se tornando o líder da Cidade das Nuvens nos céus do planeta Bespin.

Durante a Guerra Civil Galáctica, Darth Vader chegou à Cidade das Nuvens para montar uma armadilha para seu filho, Luke Skywalker. Como parte da armadilha, o Lorde Sombrio dos Sith forçou Calrissian a enganar um grupo de rebeldes, incluindo Solo e a Princesa Leia Organa, levando-os para as mãos de Vader. Embora Vader tivesse prometido deixar a Cidade das Nuvens sem uma presença Imperial, Calrissian sentiu que o acordo havia sido alterado a ponto de não poder mais tolerá-lo. Ele alertou seus cidadãos da iminente ocupação Imperial e ordenou uma evacuação. Ele libertou os rebeldes sob custódia das tropas Imperiais e ajudou-os a tentar salvar Solo, que havia sido congelado em carbonita, de Boba Fett, mas o caçador de recompensas escapou.

Lando se juntou à Aliança Rebelde e se dedicou a encontrar Han Solo. Depois de o localizar no palácio de Jabba o Hutt em Tatooine, ele participou da operação de resgate. Os rebeldes participantes retornaram à frota e Calrissian foi promovido a general, se voluntariando para liderar o ataque à Estrela da Morte II durante a Batalha de Endor. Durante a batalha, ele pilotou a Millenium Falcon até o núcleo da estação de batalha, dando o tiro que a destruiu.

BiografiaEditar

Início de vida e carreiraEditar

"O que você fez com a minha nave?"
"Sua nave? Ei, lembre-se, você perdeu ela para mim de forma justa."
―Lando Calrissian e Han Solo, sobre a Millennium Falcon[fonte]
Img-swsolo-char1

Lando Calrissian

Lando Calrissian nasceu no planeta Socorro[1] aproximadamente trinta anos antes da Batalha de Yavin.[2] Durante sua juventude, ele se tornou um contrabandista e um apostador, jogando e apostando num jogo de baralho conhecido como sabacc. Ele viajou pela galáxia e pilotou um cargueiro leve YT-1300 chamado de Millennium Falcon,[9] uma nave que ele considerava ter salvado sua vida em diversas ocasiões.[3] Ele acabou perdendo a Millennium Falcon para Han Solo em um jogo de sabacc—onde Solo talvez tenha trapaceado.[9]

Após perder a Falcon, Calrissian encerrou seus dias de contrabandista. Ele se reinventou como um suposto homem de negócios respeitável,[9] e se referia a si mesmo como um "empreendedor galáctico." Quando ele tinha 26,[2] Calrissian encontrou um criminoso conhecido como Azmorigan, que o introduziu a Cikatro Vizago, um lorde do crime Devaroniano que operava no planeta da Orla Exterior Lothal. Calrissian comprou um pedaço de terra de Vizago em Lothal, onde o ex-contrabandista pretendia iniciar uma operação de mineração de minerais preciosos. Para conduzir seus negócios de forma discreta, sem atrair a atenção do Império Galáctico e seus regulamentos, ele planejou comprar um puffer pig [tradução necessária] de Azmorigan; esses animais eram capazes de farejar minerais de forma tão eficiente quanto uma dúzia de escâneres de mineração. Para tal, ele precisaria de uma nave que podia evitar o bloqueio Imperial ao redor do planeta; Calrissian havia tentado contrabandear equipamento de mineração para a superfície, mas foi impedido pelo Império.[10]

Era do ImpérioEditar

Em 4 DBY, Lando foi citado por Luke Skywalker para Leia Organa, com aquele estando no planeta de Tatooine tentado uma forma de resgatar Han Solo do palácio de Jabba, o Hutt. [11]

Era da Nova RepúblicaEditar

Em 4 DBY, Lando foi citado por Kars Tal-Korla durante o Bloqueio de Ferro quando Kars buscava informações sobre o Governador Adelhard. [12]


Aparições Editar

Aparições não-canônicasEditar

Fontes Editar

Notas e referências Editar