FANDOM


Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

Vader's revelation.png
Não. Eu sou o seu pai!
Este artigo ou seção contém spoilers de Star Wars Rebels
A Star Wars Wiki pode se basear em fontes internacionais para este artigo.


"Eu estou usando tudo o que aprendi nas ruas, e tudo o que eu estou começando a aprender com Kanan sobre a Força, para fazer uma diferença muito maior do que eu poderia ter feito por mim."
―Ezra Bridger[fonte]

Ezra Bridger foi um humano macho rebelde do planeta Lothal e o Padawan de Kanan Jarrus. Ezra, que por anos desconhecia que tinha o Poder da Força, cresceu como um órfão e vigarista em Lothal durante o reinado do Império Galáctico antes de conhecer Jarrus e sua tripulação rebelde, que operavam abordo da Fantasma.

Depois de ter sido apanhado durante uma assalto armado na Cidade Capital e libertado Wookiees escravos, Bridger se juntou à tripulação rebelde e começou a ser treinado como um Jedi por Kanan Jarrus. Bridger e a tripulação empreenderam várias missões juntos em um esforço para derrotar o Império.

BiografiaEditar

JuventudeEditar

"Eu estive em minha desde que eu tinha sete anos, está bem? Se eu acreditasse que meus pais estavam vivos, se eu acreditasse que eles ima voltar e me salvar, eu nunca teria aprendido a sobreviver."
―Ezra Bridger[fonte]
FBridger.png

Um jovem Ezra com seus pais.

Ezra Bridger nasceu em 3258 AL,[1] no dia da criação do Império Galáctico,[8][2] e cresceu no planeta Lothal no Territórios da Orla Exterior. Esperando para fazer a galáxia um lugar melhor para ele, seus pais Mira e Efraim Bridger configuraramm transmissões de radiodifusão públiaos para falar contra a regra dura do Império, mas isso iria custar-lhes suas próprias vidas. Então, no momento em que Ezra tinha 7 anos, seus pais foram encontrados e levados pelo Império[1], deixando-o para viver em grande parte por conta própria para os próximos oito anos e encontrar trabalho como um vigarista e ladrão, roubando tecnologia e revendo-a no mercado negro, enquanto que, sem saber, usando A Força para ocasionalmente sair de situações difíceis .[8][9] Eventualmente, ele viria a viver na Torre de Comunicações LothalNetE-272 abandonada, onde ele iria manter uma coleção de capacetes Stormtrooper.[9][10][11]

Bridger viria a ser aprendiz de um Xexto, Ferpil Wallaway, proprietário de um loja de penhores em Lothal, e carteirista habilidoso que tinha várias conexões no submundo. O Xexto ensinou o menino tudo o que sabia, e que iria tentar fazer outra vez tudo de um jeito não limpo para se divertir. O rapaz trabalhava para ele, fazendo trabalhos como a digitalização de ricos-olhando os turistas e enganando-os e vendondo-os coisas. Bridger também fez amizade com Moreena Krai, uma menina da mesma idade que ele, que sabia de suas habilidades sub-entregues.[11]

Noite do GladiadorEditar

"Eu odeio dizer isto, Sr. Bossk, mas eu tenho um mal pressentimento sobre isso."
―Ezra Bridger[fonte]
Um dia no espaçoporto da Cidade Capital, Bridger estava vendendo bilhetes para uma Noite de Gladiador entre um Houk e um Feeorin quando Krai disse a ele que sua família estava indo embora para Alderaan para viver com sua avó devido ao Império, e despediu-se do menino. Mais tarde naquele dia, Bridger avistou a Dente de cão e conheceu o Trandoshano caçador de recompensas Bossk, que o contratou como um guia para Taberna de Ake. Quando eles chegaram ao seu destino, Bossk envou Bridger, em vez de atrair a sua presa, Gronson "Shifty" Takkaro para fora; em breve, no entanto, um confronto entre Bossk e o assassino Angrigo e os Gêmeas Kratchell seguiu, logo, Bridger atordoa Takkaro, e Bossk mata os assassinos, apenas para as autoridades imperiais cercá-los. Consciente de um provável set-up pelo

Este artigo detalha um assunto considerado cânon.

Tenente era um cargos mediano das organizações militares, muitas organizações possuíam esse cargo como a República Galáctica, o Império Galáctico, a Aliança Rebelde e a Nova República.

Em outras línguas
Herdringer, Bossk foi forçado a deixar Takkaro e seguir Bridger, e os dois escaparam dos Imperiils em uma moto speeder. Durante sua fuga, no entanto, Bossk lesionou-se e convencou Bridger em ajudá-lo, oferecendo o menino todo o conteúdo do seu cofre a bordo do Dente de cão .[11]

No decurso de uma hora, Bridger levou o Trandoshano a sua torre e cuidou de seus ferimentos, antes que o caçador de recompensas acordasse, "disfarçou" a si mesmo como um Trandoshano cego e quase levou imediatamente Bridger em conduzi-lo a uma agência de postagem no espaçoporto, onde ele acessou o Núcleo de Dados Imperial para verificar os registros em Herdringer. No entanto, eles descobriram que Herdringer estava morto há meses, e Bossk supôs que seu substituto, Jenkes, tinha sido o único a definir-lo, agora também cientes de que ele e Takkaro haviam trabalhado juntos na arena de gladiadores em Nyriaan anos antes. Sua pesquisa, entretanto, atraiu a atenção de Jenkes, que enviou soldados para atacá-los, mas Bridger e Bossk conseguiram escapar novamente, e eles foram para a loja de penhores de Wallaway, onde viram de longe como Jenkes atirou em Wallaway e tomou o seu dinheiro.[11]

Uma vez que Jenckes saiu da loja, Bridger e Bossk entraram no lugar, apenas para Wallaway morrer nos braços de Bridger. Convencido por Bossk, ele acompanhou o Trandoshano para o Posto Avançado Monad durante Noite dos Gladiadores, onde enfrentaram Jenckes. Durante o confronto, Bridger usou seu comunicador imperial roubado para alertar aos superiores de Jenckes, enquanto Bossk disse a todos na arena da ações de Jenkes. Bridger, então, passou a atordoar o imperial antes que ele pudesse fugir da arena, pouco antes de forças imperiais chegarem e invadirem a arena. Na manhã seguinte, como prometido, Bossk deu à Bridger o conteúdo de sua caixa-forte, que acabou por ser apenas setenta e cinco créditos, e o Trandoshano despediu-se dele.[11]

No caminho para casa, Bridger estava caminhando pelos campos ao redor sua torre quando um cargueiro abateu um caça TIE, que caiu não longe dele. Como Ezr tentou ajudar Valen Rudor, que foi repreendido por ter tocado no caça. Depois de abrir com sucesso o topo da cabine do piloto, Bridger pulou dentro e conseguiu enganar o piloto azarado em pensar que ele estava ajudando para fazer com que sua armadura fosse despregada, quando, na verdade, ele estava realmente roubar pedaços de equipamento. Depois de pegar o capacete de Rudor para sua coleção, Bridger deixou rapidamente o escombros do TIE, ao revelar suas intenções de desonesto. Rudor, sem querer ser enganado por uma criança, tentou matá-lo com lasers de seu caça, mas a Força do menino alertou-o para uma explosão de laser do piloto vingativo. Enquanto o piloto estava perplexo com a forma como Bridger conseguiu sobreviver ao tiro, o rapaz lançou para fora com sua energia slingshot, e lançou longe o seu prêmio.[9][11]

Era do ImpérioEditar

Juntando-se à RebeliãoEditar

"Quem é aquele garoto?"
―Kanan Jarrus, referindo-se à Ezra Bridger[fonte]

Em 3272 Anos de Lothal,[1] depois de um Destróier Estelar sobrevoar a Cidade Capital de Lothal, Bridger foi para a cidade e impediu um comerciante de ser preso pelos Imperiais, pouco antes de testemunhar como Kanan Jarrus e sua equipe executava um assalto e ele roubou uma das moto speeders de transporte de entregas que a equipe de Jarrus estava atrás. Como ele fugiu com os bens roubados, ele conheceu Sabine Wren-Também membro da equipe de Jarrus, que passou a recuperar uma das caixas.

Ghost Hovers Over Ezra.png

Jarrus oferece à Bridger uma rota de fuga.

Depois de ser perseguido pelas ruas e depois por uma estrada para fora da cidade, Bridger esteve a bordo do Fantasma porque um caça TIE não lhe deu escolha. Enquanto o menino, sem saber, usou a Força para saltar para a nave que iria lhe salvar, Jarrus ficou atento à sua sensibilidade com a força. Ao entrar na nave, ele conheceu Garazeb "Zeb" Orrelios e Hera Syndulla. Obrigado a permanecer com eles por um tempo mais longo, Bridger foi levado para Tarkintown, onde ajudou a entregar as caixas roubadas. Mais tarde, ele voltou para o Fantasma e entrou no quarto de Jarrus, um ex-Jedi, e roubou seu sabre de luz e seu holocron. Bridger devolveu o sabre de luz, mas manteve o holocron para si mesmo, pensando que Jarrus não tinha notado.

Durante a operação da equipe para liberar Wookiees, ele ficou para trás com Hera mas foi convencido a bordo de um Cruzador Gozanti para alertar Jarrus, Wren, Orrelios e Chopper, outro membro da equipe de uma inesperada chegada do Destróier Estelar. No entanto, ele foi capturado pelo Agente Kallus do BSI e foi abandonado por Orrelios. Em sua cela, ele foi capaz de abrir o holocron e ver a mensagem do Mestre Jedi Obi-Wan Kenobi para Jarrus e todos os Jedis, antes de escapar de sua prisão e saber a localização dos Wookiees.

Missão para libertar os WookiesEditar

Ezra saving Kitwarr.jpg

Ezra tentando salvar a vida de Kitwarr de um Stormtrooper.

Uma vez que o Fantasma retornou, ele embarcou na nave junto com todo mundo e revelou o que havia aprendido, o que levou os rebeldes sobre ir para as minas minas de especiarias de Kessel. Lá, enquanto os outros mantiveram os stormtroopers ocupado e Jarrus ter revelado que ele é um Jedi, ele libertou os Wookies. Ele resgatou Kitwarr-um prisioneiro que fugiu da luta, já que ele era incapaz de lutar-, só para ser salvo de Kallus. E depois, os dois foram salvos pela aparição súbita de Jarrus no Fantasma.

Depois de colocar os Wookies em seu caminho, Bridger roubou sabre de luz Jarrus mais uma vez, mas ele colocou holocron de volta antes de partir para sua torre. Pouco depois de entrar em seu quarto, Jarrus deu-lhe duas opções, a primeira-nada agradável-, para manter o sabre de luz e permanecer em Lothal, ou retornar para a nave e tornar-se seu Padawan e um membro da tripulação Fantasma. Depois de tomar algum tempo para pensar sobre a oferta, Bridger aceitou assim, devolveu o sabre de luz, e tornou-se seu aprendiz.

Missão para roubar os disruptores imperiaisEditar

Seu treinamento, no entanto, só começou depois de um assalto para roubar disruptores imperiais no planeta próximo de Garel, envolvendo os droides C-3PO e R2- D2. Durante a missão, Bridger, juntamente com Jarrus, Zeb, Sabine e Chopper-estes dois últimos tambémm embarcaram no mesmo transporte estelar suburbano onde Amda Wabo e o ministro Maketh Tua negociaram o seu acordo, enquanto a caminho de Garel. Uma vez lá, Bridger infiltrou-se Baía Sete para abrir a porta para o resto da equipe-após o Chopper fazer uma confusão para fazer os droids ficarem isolados assim, Sabine conseguiu as informações através de uma tradução-, que conseguiu roubar os Fuzis de Íons T-7s, e voltou para Lothal. Lá, Hera disse ao menino de Queda dos Lasan. Durante a transação não-oconcluída com êxito com Cikatro Vizago devido à chegada Kallus, Bridger salvou Orrelios depois de seu duelo com o Agente do BSI. Seu uso da Força influenciou Jarrus para começar seu treinamento no dia seguinte [12]

A Caça aos MeiloorunEditar

Grafitti zeb and ezra room.jpg

Sabine Wren pinta isso como forma de brincadeira à Chopper, Zeb e Ezra.

Algum tempo depois, Bridger acidentalmente enfureceu Orrelios por causa das atitudes de Chopper, no qual terminou em uma bagunça na área de carga. Irritada, Hera enviou os dois para a cidade para uma corrida de abastecimento, com uma lista que incluía a raro fruta meiloorun. O menino e o Lasat foram para Kothal, onde eles resolveram roubar o fruto de um comboio imperial. No entanto, Bridger e Orrelios foram forçados a dividir-se, no qual depois, o lasat roubou um Caça TIE para escapar e salvar Bridger. Uma vez a bordo do caça, os dois contactaram Hera e Kanan, que lhes ordenaram para destruir o caça pequeno e prossigir para o ponto de encontro dos rebeldes.

Antes de se encontrar, Bridger perguntou Orrelios para verificar uma fumaça, que vinha da fazenda de Morad Sumar e depois ajudá-lo libertar os prisioneiros. Depois de um pequeno confronto, o par conseguiu salvar Sumar e dois outros prisioneiros de Yogar Lyste, e recuperar um fruto meiloorun. Depois, eles esconderam o caça TIE roubado,[6] mas alegaeram ter destruído ele para a aprovação de Kanan e Hera. Ao voltar a bordo do Fantasma, Wren mostrou-lhes sua nova obra de arte, que descreve brincadeira de Chopper.[13]

Stygeon PrimeEditar

Death-star-2.jpg Esse artigo está em construção.

O autor deve estar treinando seus poderes de Jedi.

Aparições Editar


Erro de citação: existem marcas <ref>, mas nenhuma marca <references/> foi encontrada

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.

Também no FANDOM

Wiki aleatória