FANDOM


Eras-legends

30px-Era-old30px-Era-imp30px-Era-reb30px-Era-new30px-Era-njo30px-Era-leg

"O segredo da Antiga Ordem dos Whills, estudou ele."
Yoda para Obi-Wan Kenobi sobre Qui-Gon Jinn[fonte]

A Antiga Ordem dos Whills era uma ordem superior de seres profundamente conectados com a Força. Eles tinham homens santos conhecidos como xamãs.

HistóriaEditar

"A capacidade de desafiar o esquecimento pode ser alcançada, mas apenas para si mesmo. Ela foi alcançada por um xamã dos Whills. É um estado adquirido através da compaixão e não cobiça."
Qui-Gon Jinn para Yoda[fonte]

Um dos seus xamãs foi conhecido por ter descoberto o segredo de consciência eterna e mais tarde, Qui-Gon Jinn aprendeu o segredo, lhe permitindo interagir com os vivos após sua morte.[1][2]

Os Whills mantinham uma coleção de histórias, chamada de Jornal dos Whills, que narrava a história da galáxia.[3] Um Guardião dos Whills era responsável por adicionar novas informações nele. Um Guardião foi informado da história dos feitos da família Skywalker durante as Guerras Clônicas e a Guerra Civil Galáctica, pelo droide astromecânico R2-D2 cem anos depois da Batalha de Endor.[4]

Wiki Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.
Considere marcar um esboço mais específico.


Nos bastidoresEditar

Nos primeiros rascunhos de Uma Nova Esperança, o nome 'Whills' era equivalente à Força.

"Originalmente, eu estava tentando que a história fosse contada por alguém (um ser imortal conhecido como Whill); havia alguém assistindo toda esta história e gravando-a, alguém provavelmente mais sábio do que os mortais dos eventos reais. Eu finalmente deixei esta ideia, e os conceitos por trás dos Whills se transformaram na Força. Mas os Whills tornou-se parte desta enorme quantidade de notas, citações, informações de fundo que eu usei para os roteiros; as histórias foram realmente retiradas do Jornal dos Whills."
George Lucas[fonte]

É um equívoco comum que "Whill" seja o nome espécie desconhecida de Yoda. George Lucas tem firmemente negado isso. Porque a sua forma é totalmente desconhecida, e uma vez que os Whills eram um conceito inicial da Força, alguns fãs têm especulado que os Whills são de substância espiritual, mais ou menos como Wisties e provavelmente imortais. No entanto, isto não parece ser verdade, conforme Star Wars Episode III Revenge of the Sith: Illustrated Screenplay e The Art of Star Wars Episode III: Revenge of the Sith mostraram Qui-Gon Jinn afirmando que ele conhecia apenas um Xamã que tinha alcançado a imortalidade. Entretanto, Qui-Gon também afirma na romantização de A Vingança dos Sith que a imortalidad é um possível resultado final por trabalhar com os ensinamentos dos Whills.

Desde que o Jornal foi composto em 104 ABY, é possível que os eventos explorado em Star Wars: Legacy não foram parte da narração. De fato, não está claro até que ponto a narração cobriu a história da galáxia como a conhecemos.

ApariçõesEditar

FontesEditar

Notas e referênciasEditar

Links externosEditar