FANDOM


Eras-legends

Era pre

Leia holo Ajude-me Obi-Wan Kenobi. Você é minha única esperança!

Esse artigo ou seção precisa ser limpo para atingir um patamar maior de qualidade.
Por favor siga as instruções no Manual de Estilo e complete este artigo visando maior qualidade escrita. Remova esta mensagem quando terminar.

Wikificar
Este artigo precisa ser wikificado.
Por favor, formate este artigo de acordo com as diretrizes estabelecidas no Manual de Estilo. Remova este aviso somente depois de todo o texto estar wikificado.
"Eu não desperdiço meus ensinamentos nos mais fracos."
―Adas[fonte]

Adas foi rei de Korriban e dos Sith em um reinado que durou quase 300 anos. Ele era importante para sua espécie, sua pele era invulgarmente cinza de cor clara, e ele foi criado como um ser escolhido a partir de sua juventude. Usando uma armadura sinistra, ele tinha um enorme machado de guerra, e tornou-se um mestre da magia Sith. Cerca de 28.000 ABY, Adas uniu as nações distintas de Korriban em uma série de conflitos sangrentos, acabou tornando-se como o único líder de seu povo.

Os Sith saudaram Adas como o Sith'ari, ou "Soberano". A crença comum é que ele era invencível, e que seu reinado seria eterno. Cerca de 27.700 ABY, Rakatans do Império Infinito chegaram em Korriban, e ensinou há Adas como aproveitar a tecnologia de holocrons. Adas criou um destes dispositivos, mas logo percebeu que os recém-chegados estavam tentando conquistar Korriban. Ele pegou o seu machado de batalha, e com o seu povo ao seu lado, comandou-os na batalha. Ao fazer isso, ele perdeu a vida.

A influência de Adas, no entanto, continuaria por muitos anos após sua morte. Seu holocron, perdido em Ashas Ree durante a Grande Guerra do Hiperespaço, viria a ser encontrado pelo Jedi caído Freedon Nadd, que usou os ensinamentos de Adas para subjugar e governar Onderon. Quando esse planeta do jugo da opressão Sith em 4.000 ABY, os Jedi tentaram esconder o holocron, para que não caísse em mãos erradas. Por quase quatro mil anos permaneceu escondido em segurança em Kodai, mas foi recuperado nos anos anteriores à Guerra dos Clones. Assassinato foi cometido várias vezes na tentativa de ganhar o controle do holocron, e finalmente voltou a Korriban enquanto esteve na posse da Dama Negra dos Sith Lumiya.

BiografiaEditar

ReiEditar

"Mais de 25 mil anos atrás, os Sith foram unificados pela longa duração de Rei Adas, que liderou a revolta contra os invasores Rakata e, posteriormente, adquiriu tecnologia Rakatan."
―Seviss Vaa[fonte]

Adas nasceu em Korriban, pelo menos, três mil anos antes da formação da República Galáctica. Devido à pigmentação de cor cinza de sua pele, o que era incomum para os Sith de pele vermelha, Adas era considerado um ser escolhido, e foi criado como tal durante sua juventude. À medida que envelhecia, ele cresceu para ser substancial no tamanho grande inteligência e bom com habilidade em combate. Adas foi também particularmente adepto do uso de magia Sith. Ele se vestia em uma roupa de espinhos, uma armadura estranha e sinistra e alquimicamente forjado com um machado de batalha. Cerca de 28.000 ABY, Adas usou seu machado em uma série de conflitos brutais, eventualmente, unindo e consolidando as nações distintas de seu planeta natal.

Ao fazer isso, Adas se tornou o incontestável governante e Rei de Korriban. A percepção geral realizada por seu povo era de que ele viveria para sempre, com um reino eterno, e ele passou a ser reverenciado como um deus. Ao longo do tempo, Adas começou a ser chamado de Sith'ari, que significa "Lorde" ou "Suserano". Ele tinha 300 anos de idade, quando os soldados Rakatan do Império Infinito moveram-se contra Korriban. Na primeira tentativa, os Rakatans ensinaram ao Rei Adas como gravar sua essência um dispositivo chamado "holocron", em uma tentativa de acalmar o governante Sith em sua confiança. Usando sua descoberta, Adas criou seu próprio holocron, embora o dispositivo tornou-se mais um testamento para suas realizações do que um dispositivo de ensino. Eventualmente, porém, o Rakatans se rebelaram contra Korriban, e tentaram conquistar os Sith, usando sua tecnologia mais avançada. Os Sith foram mais do que capazes de se defender, e Adas, recusando-se a tolerar seus atos, mesmo em sua idade avançada, conduziu seu povo na defesa de Korriban. Ele, pessoalmente, participou da ação punitiva, dirigindo de volta os invasores com seu machado enorme. No processo, ele foi capaz de capturar as naves dos Rakatan, e usa-la contra os invasores. O exército de Adas "foram capazes de ir até Ziost, Malachor V, e Tund. No entanto, para garantir o que ele esperava ser um futuro de liberdade para seu povo, Adas pereceu.

LegadoEditar

Sem a influência estabilizadora de Adas como Rei, Korriban mais uma vez se transformou em um estado de guerra civil constante, com muitos se chamando de Sith'ari. Como resultado, a capital Sith foi transferida para Ziost. Quase 21 mil anos mais tarde, um grupo de Dark Jedi conhecido como Exilados desembarcou em Korriban, e subjugaram os povos Sith com seu domínio da Força, e sua tecnologia superior, tais como sabres de luz. Inicialmente chamados de Jen'jidai, os Exilados conseguiram destruir o eventual sucessor de Adas, e foram, então, chamados pelo povo Sith de deuses, mais poderosos do que jamais havia sido Adas. No momento da sua morte, Adas tinha dado a seu holocron para seu segundo comandante, ou "Mão de sombra". O aparelho tinha sido transmitido através das gerações e acabou por ser dado aos recém-chegados, que eram então saudados como Lordes Sith.

O Império Sith prosperou por muitos anos, até que a Grande Guerra do Hiperespaço em 5.000 ABY, onde foi completamente destruída pela República Galáctica. Durante esse conflito, o holocron de Adas foi perdido em Ashas Ree pelo Lorde Sith Garu. Em 4400 ABY, foi descoberto pelo Jedi caído Freedon Nadd. Com o poder dos ensinamentos de Adas e a sua disposição, Nadd foi capaz de conquistar e subjugar o planeta de Onderon. O holocron caiu nas mãos da rainha Amanoa, esposa do Rei Ommin, que era descendente de Nadd . Ela também estudou os antigos ensinamentos Sith e, finalmente, passou o aparelho para seu aprendiz Novar. Novar, por sua vez, usou o holocron para instruir os acólitos Sith Onderonian. Os seguidores doRei Sith mantiveram o planeta em uma era de escuridão, até que os Jedi chegaram lutaram na Segunda Batalha de Onderon. Os Jedi recuperaram o dispositivo e enterraram sob toneladas de água em Kodai, na esperança de que ninguém mais iria cair sob a influência Adas. Durante a Nova Guerra Sith, o membro da Irmandade da Escuridão Seviss Vaa pesquisou os mundos do Império Sith , e o coberto reinado de Adas em suas escrituras. Sua pesquisa foi posteriormente recolhida por Palpatine, também conhecido como Darth Sidious, no Holocron de Telos, o conteúdo do que mais tarde foram publicados pelo Mestre Jedi Tionne Solusar em 40 DBY.

Em Norval, 29 ABY, um estudante da História Sith Murk Lundi, recuperou o holocron, mas o dispositivo foi posteriormente confiscado pelo Cavaleiro Jedi Obi-Wan Kenobi e entregue ao Conselho Jedi. O Conselho, por sua vez, enviou o holocron de Adas para a biblioteca da Casa Pelagia no setor Tapani. Darth Sidious enviou o pai de Carnor Jax, para recuperar o holocron de Adas, mas ele não conseguiu e, como resultado, foi morto pelo Lorde Sith. Durante o Grande Purgo Jedi, que começou em 19 DBY, o agente da Ordem Mecrosa Sir Nevil Tritum se infiltrou na biblioteca Casa Pelagia. Matando três Jedi que guardavam o aparelho, ele foi capaz de trazer de volta ao seus superiores. Eventualmente caiu na posse da Dama Negra Lumiya, que voltou para Korriban, onde residiu por algum tempo.

Personalidade e os traçosEditar

Adas era um monarca e um deus ao seu povo, e durante o fim de seu reinado, Adas foi dado o título de Sith'ari por ser perfeito, deu-lhe pela Força, segundo a lenda. Um combatente feroz e respeitado, embora um governante inflexível, Adas ainda era temido após sua morte. Ele caçava os tímidos, e foi altamente irônica aos fraco; sua essência, gravado em um holocron, se recusaria a passar seus ensinamentos a qualquer um que não o considerou digno. Embora seu holocron era geralmente relutante em repassar instruções, tinha o poder incomum para afetar as mentes das pessoas em sua presença quando ativada. Embora Novar teve acesso aos ensinamentos de Adas, a essência do Rei Sith iria ameaçar qualquer um que ousasse a falhar com ele.

18px-Char-stub Este artigo é um esboço de um Sith. Você pode ajudar a Star Wars Wiki expandindo-o.

ApariçõesEditar

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.